Faixa Atual

Título

Artista

Background

Teatro Nacional D. Maria II

A temporada do Teatro Nacional D. Maria II arranca a 22 de setembro, com o espetáculo “Casa Portuguesa”, da autoria de Pedro Penim.

O até aqui vogal da administração do Teatro Nacional D. Maria II Rui Catarino vai assumir a presidência daquele órgão.

As sessões de 26 a 29 de maio do espetáculo “Morte de um caixeiro-viajante”, no Teatro Nacional D. Maria II, foram canceladas devido a casos de covid-19.

A nostalgia das memórias partilhadas pelas personagens francesas e vietnamitas, que só existem em si mesmas, são o centro da peça “Saigão”.

Eunice Muñoz “é sinónimo de teatro”, afirmou o ator, dramaturgo e encenador Tiago Rodrigues, numa reação à morte da atriz.

O Teatro Nacional D. Maria II pretende chegar a 80 municípios nacionais em 2023 numa itinerância que será uma “oportunidade incrível, inédita e histórica”, afirmou o diretor artístico, Pedro Penim.

A 5.ª edição da bolsa Amélia Rey Colaço, no valor de 22 mil euros, abriu as candidaturas, que vão poder ser enviadas até ao dia 13 de abril, anunciou hoje o Teatro Nacional D. Maria II, uma de quatro instituições por trás da iniciativa.

A cantora Mariah Carey utilizada como metáfora para trazer à tona o que os humanos escondem para conseguirem integrar determinados círculos dá mote ao espetáculo “Maráia Quéri”, a estrear-se quarta-feira no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa.

Um Dante solitário em diálogo interior com a morte e que quer resistir ao sono, porque este representa o fim, dá início a “Paraíso”, peça que O Bando estreia dia 10, no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa.

O Teatro Nacional D. Maria II vai ser alvo de obras de recuperação num valor estimado de 9,8 milhões de euros, ao longo do ano de 2023, período durante o qual a programação vai percorrer todo o país.

O “Teatra”, ‘podcast’ de entrevistas do Teatro Nacional D. Maria II (TNDM), completa este mês dois anos de existência, e conta “mais de 80.000 audições”, anunciou hoje a instituição.

Tiago Rodrigues sente-se de “barriga cheia”, a pouco tempo de abandonar funções de diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II (TNDM II), em Lisboa, levando ainda “atravessada” a situação “penosa” que continua a pautar a coprodução em Portugal.