Teatro do Bairro Alto

“It´s true, it´s true, it´s true”, pelo Breach Theatre, é o espetáculo que o Teatro do Bairro Alto, em Lisboa, transmite online de quinta-feira até ao dia 31.

Práticas de leitura e conversas em torno da estatutária de Lisboa fazem parte da programação online do Teatro do Bairro Alto, anunciou hoje o teatro.

Duas lições sobre logística pelo professor da Universidade de Bolonha Sandro Mezzadra, a realizar quarta e quinta-feira, fazem parte da programação online do Teatro do Bairro Alto (TBA), em Lisboa, anunciou hoje o teatro.

A estreia da peça “A nossa cidade”, prevista para hoje no Teatro do Bairro Alto, em Lisboa, foi reagendada para 8 de julho, informou o teatro, que também devia reabrir para a apresentação da nova peça, depois do fecho para obras.

Espetáculos reprogramados devido à covid-19 e um novo programador de música assinalam, dia 15 de janeiro de 2021, o regresso do Teatro do Bairro Alto (TBA) à sua sala no Rato, em Lisboa.

Oito peças a transmitir em streaming entre as 23:00 de sexta-feira e as 05:00 de sábado é a forma como o Teatro do Bairro Alto (TBA), em Lisboa, encerra a programação este ano.

Salas de espetáculos um pouco por todo o país começaram por estes dias a alterar horários ou a adiar programação, contornando as limitações impostas pelo recolher obrigatório, de modo a conseguirem sobreviver a mais uma “machadada” no setor.

Os três teatros municipais de Lisboa lançaram um ‘voucher’, chamado “Vale Futuro”, no valor de 10 euros, que dá acesso a um desconto único e cujo valor reverte na íntegra para o Fundo de Solidariedade com a Cultura.

A coreógrafa Clara Amaral vai estrear online a peça “Ditado”, criada em formato áudio, sobre o ato de escrever com o corpo, a 8 de junho, resultado de uma encomenda do Teatro do Bairro Alto, em Lisboa.

O encenador galego Pablo Fidalgo Lareo vai apresentar duas peças no Teatro do Bairro Alto (TBA), em Lisboa, em janeiro, que mergulham na história da Espanha, abordando a vivência da anarquia e da guerra civil.

A coreógrafa austríaca Florentina Holzinger questiona o corpo feminino e as fronteiras sociais e culturais no espetáculo “Apollon”, que será apresentado a 19 e 20 de dezembro no Teatro do Bairro Alto, em Lisboa.

Um espetáculo documental cuja lógica é contar experiências foi como a atriz e encenadora Raquel Castro definiu “Turma de 95”, que concebeu, interpreta e estreia, na sexta-feira, no Teatro do Bairro Alto, em Lisboa.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]