Faixa Atual

Título

Artista


Porto

O Festival de Cinema Infantil e Juvenil IndieJúnior Porto começa hoje, com cerca de 50 filmes para escolas e famílias, que vão abordar temas como “a hospitalidade, o civismo e a natureza”.

A Temporada Darcos, organizada a partir de Torres Vedras, alarga na edição deste ano os seus concertos por diversos dos principais palcos nacionais, em Lisboa e no Porto.

A exposição “Vozes”, do fotojornalista Muhammed Muheisen, mostra “o quotidiano e os desafios que os refugiados e as pessoas deslocadas internamente enfrentam”, de sábado até 20 de março, no Centro Português de Fotografia, no Porto.

A fadista Katia Guerreiro atua no próximo dia 16 de fevereiro, às 21:00, na Casa da Música, no Porto, anunciou a instituição.

O Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto, vai ter entrada gratuita entre quarta-feira e 3 de fevereiro, dia em que é inaugurada a exposição temporária “Seja dia seja noite pouco importa”.

A reposição da peça “O Balcão”, de Jean Genet, no Teatro Nacional São João, no Porto, foi adiada, de sexta-feira para dia 12, devido ao isolamento profilático de um membro do elenco.

O Festival Porta-Jazz regressa em fevereiro ao Rivoli, no Porto, para a 12.ª edição, com uma programação “livre e transversal” que inclui 17 concertos com mais de 80 músicos, nacionais e estrangeiros.

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) pretende classificar a Livraria Lello e Irmão, no Porto, como monumento nacional, decorrendo por 30 dias úteis um período de discussão pública, segundo anúncio publicado hoje em Diário da República (DR).

Midwife, Patrick Walker (da banda 40 Watt Sun), Vile Creature, Bruit ≤, Hellripper e Spectral Wound são os mais recentes artistas do cartaz da edição do próximo ano do Amplifest, no Porto, anunciou hoje a organização.

O palco do Teatro Nacional São João, no Porto, vai receber, entre dia 10 e 19, a peça “À Espera de Godot”, do encenador romeno Gábor Tompa, que em março transmitiu ‘online’.

O DJ e produtor Branko atua em 18 de março de 2022 no Porto, no Pavilhão Rosa Mota, anunciou a agência, de música e comunicação, Arruada.

David Bruno foi a pé a um mosteiro em Ermesinde e trouxe o que viria a ser o som de “G de Gandim”, o quinto capítulo de Corona, que vive a noite do Porto na viragem do século.