morreu

Página:7

O ator escocês Sean Connery, que se tornou conhecido como 007-James Bond e ganhou prémios como um Óscar, dois Bafta e três Globos de Ouro, morreu hoje, aos 90 anos.

Tony Lewis morreu em Londres, Inglaterra, aos 62 anos.

A crítica de arte e curadora italiana Lea Vergine morreu hoje, aos 84 anos, vitima de covid-19, apenas um dia depois do marido, o artista e ‘designer’ Enzo Mari.

A escritora Helena Marques morreu na segunda-feira à noite, aos 85 anos, anunciou hoje o grupo editorial Leya, que publica a sua obra, que tem em “O Último Cais”, de 1992, o romance de estreia.

O cantor norte-americano Johnny Nash, famoso pelo sucesso “I Can See Clearly Now” de 1972, morreu na terça-feira aos 80 anos, segundo a comunicação social americana.

O lendário guitarrista norte-americano Eddie Van Halen  morreu hoje, com 65 anos, vítima de cancro, anunciou a família.

A cantora e ícone da canção francesa Juliette Gréco, que cantou Léo Ferré, Jacques Prévert e Serge Gainsbourg, entre outros, morreu hoje aos 93 anos.

O músico norte-americano Ronald Bell, cofundador do grupo de soul e funk Kool & The Gang, morreu na quarta-feira, aos 68 anos, noticiou a Associated Press.

O jornalista Vicente Jorge Silva, cofundador e primeiro diretor do jornal Público, morreu na madrugada de hoje, em Lisboa, aos 74 anos.

O editor Francisco da Conceição Espadinha, fundador e presidente do conselho de administração do Grupo Presença, faleceu na quarta-feira, em Lisboa, aos 86 anos, anunciou hoje o grupo editorial.

O contratenor e musicólogo italiano Claudio Cavina, de 58 anos, morreu no domingo, em Itália, anunciou o agrupamento La Venexiana, que dirigia e fundou.

O poeta, ensaísta e artista plástico português Ernesto Manuel de Melo e Castro, que vivia no Brasil, morreu no sábado à noite em São Paulo, aos 88 anos, anunciou a sua filha, Eugénia Melo e Castro.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]