Livro

Teresa Veiga lançou esta semana um novo romance, “O Senhor d’Além”, universo onírico em torno de um homem de negócios no imobiliário, que vê a sua vida alterada quando conhece uma casa e a sua moradora, ambas igualmente misteriosas.

No “Mundo”, o novo livro de Ana Luísa Amaral que chega hoje às livrarias, “cabe tudo” – “tanto pode caber uma formiga, quanto uma centopeia, a crueldade do mundo, as desigualdades”, explicou a poeta.

O prémio Nobel da Literatura 2021 foi atribuído ao escritor Abdulrazak Gurnah, nascido em Zanzibar, anunciou a Academia Sueca.

O rei João VI foi “astucioso” quando empreendeu a ida da corte portuguesa para o Brasil, evitando a prisão da família real, face à iminente invasão napoleónica em 1807, escreve Armando Seixas Ferreira num novo livro.

Um livro que percorre a atividade de seis décadas, em contínua experimentação, do fotógrafo Jorge Guerra, incluindo algumas obras inéditas, vai ser lançado na quinta-feira, pela Imprensa Nacional, em Lisboa.

A obra “Ascensor de Sombras”, de José Pedro Leite, venceu a primeira edição do Prémio Literário Natália Correia, promovido pela Câmara Municipal de Ponta Delgada, tendo sido atribuída uma menção honrosa a “Ecocardiodrama”, de Alberto Pereira.

Uma série de poemas para crianças escritos por Maria Judite de Carvalho foram agora reunidos pela primeira vez num livro ilustrado, intitulado “Felizmente as árvores são grandes”, que a editora Minotauro edita este mês.

O primeiro livro de contos do escritor e músico brasileiro Chico Buarque, “Anos de chumbo e outros contos”, vai ser editado em Portugal no dia 2 de novembro.

O investigador António Pinto Ribeiro lança quinta-feira, em Lisboa, um livro baseado em depoimentos de artistas europeus que espera virem a ser um contributo para compreender melhor as suas obras, com narrativas “que fazem uma revisão do passado colonial”.

“Podia ser pior” é o título do conto ilustrado da autora israelita Einat Tsarfati que acaba de ser publicado para o público português pela Fábula.

O desenhador português António Jorge Gonçalves lança em outubro um livro que reúne uma seleção de desenhos a preto e branco, de luz e sombra, feitos ao longo dos últimos meses, em confinamento e ao ar livre.

Valter Hugo Mãe lança este mês um novo romance, “As doenças do Brasil”, uma das novidades da Porto Editora, que aposta também num inédito de William Faulkner, no primeiro romance de Tarantino e num novo de Miguel Sousa Tavares.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]