Faixa Atual

Título

Artista

Background

homenagem

A pianista Olga Prats, que morreu no passado dia 30 de julho, vai ser homenageada, em Sintra, num concerto, em novembro, por colegas e amigos, disse fonte da organização. 

A candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027 vai dedicar a primeira edição da Caravana Literária anual, a realizar no início de setembro, ao filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço.

O ator Bruno Candé é homenageado, no domingo, dia em que se assinala um ano sobre o seu assassinato, com um concerto que é também para “todas as vítimas de discriminação, opressão e injustiça”, anunciou a organização.

O cantor e compositor Carlos Paião vai passar a ter uma estátua no centro da cidade de Ílhavo, por decisão da Câmara Municipal, que desafiou o artista plástico Albano Martins para a esculpir, revelou a autarquia.

A editora de banda desenhada Ala dos Livros criou um prémio literário de homenagem ao argumentista Jorge Magalhães, “que sempre apoiou novos autores” e morreu em 2018.

O jornalista e escritor Fernando Assis Pacheco vai ser homenageado em Coimbra com um programa cultural que assinala os 25 anos da sua morte, com início na sexta-feira.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, no distrito de Coimbra, realiza na terça-feira uma homenagem ao músico Phil Mendrix, que cresceu no concelho, com um concerto e a inauguração de um memorial.

O produtor português Paulo Branco será homenageado pela Cinemateca Francesa, em Paris, em fevereiro de 2021.

O músico Jorge Palma recebeu a medalha de mérito cultural da câmara de Lisboa, no final de um concerto em que lhe ficou prometida uma “homenagem nacional” pelo Presidente da República.

O cantor angolano Bonga é homenageado em Lisboa a 06 de setembro, um dia depois de completar 78 anos.

O cantor e compositor José Mário Branco, que morreu no ano passado, vai ser homenageado no sábado, 25 de Abril, pelo Musicbox, sala de concertos em Lisboa, com uma edição da iniciativa Lisboa Capital República Popular adaptada ao contexto atual.

A editora Quetzal recordou o seu fundador Rogério Petinga, que morreu na passada sexta-feira, em Lisboa, como um nome inesquecível cujos trabalhos marcaram a edição portuguesa dos anos 1980/1990, e que deixaram para a história algumas belas capas.