Faixa Atual

Título

Artista

Background

Gulbenkian

O Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, vai celebrar 40 anos com uma temporada de arte contemporânea japonesa.

O grande auditório da Gulbenkian vai receber em março obras em basco, galego, catalão e português no Festival Canções Ibéricas.

O espetáculo de dança “Tuntunhi”, de Filipa Francisco, vai ser apresentado a 29 de janeiro no auditório da Fundação Calouste Gulbenkian.

Dezasseis projetos de arte participativa apoiados em um milhão de euros pela iniciativa PARTIS & Art for Change arrancam em setembro.

Nídia e Mynda Guevara, a poeta Alice Neto de Sousa e o grupo Batukadeiras X são alguns dos nomes que integram o programa Jardim de Verão.

O novo presidente da Fundação Calouste Gulbenkian António Feijó salientou o profissionalismo e o “trabalho discreto” dos colaboradores.

A Sinfonia n.º 7 de Beethoven serve de mote para o espetáculo coreográfico “Baby-Doll”, da francesa Marie-Eve Signeyrole, que retrata o duro calvário das mulheres migrantes rumo à Europa, e que se estreia em abril na Gulbenkian.

A investigadora Ana Bigotte Vieira vai lançar, no sábado, em Lisboa, um livro sobre o Serviço de Animação, Criação Artística e Educação pela Arte (ACARTE) da Fundação Calouste Gulbenkian (1984-2002).

As candidaturas aos concursos de apoio à criação artística, em artes performativas, artes visuais e cinema, da Fundação Calouste Gulbenkian estão a decorrer até ao final de abril.

Projetos de arte participativa, apoiados pelas fundações Calouste Gulkenkian e “la Caixa”, são apresentados entre sexta-feira e domingo, em Lisboa, na mostra anual “Isto é PARTIS & Art for Change”, que teve um ano de pausa devido à pandemia.

O espólio documental de Helena Almeida (1934-2018), que inclui 8.900 registos fotográficos esclarecedores do processo de trabalho de uma das mais relevantes artistas nacionais, foi doado à Fundação Calouste Gulbenkian.

As candidaturas para a 2.ª edição do PARTIS & Art for a Change, programa da Fundação Calouste Gulbenkian e da fundação espanhola “la Caixa” para apoiar projetos artísticos com impacto social, decorrem até 17 de fevereiro.