Faixa Atual

Título

Artista

Background

Guimarães

Guimarães apresentou hoje o projeto para a criação de um Plano Estratégico Municipal para a Cultura para a próxima década.

Fátima Alçada deixou de ser a diretora artística da Oficina, que gere os espaços culturais de Guimarães.

O festival internacional GUIdance regressa a Guimarães a partir de hoje com dez criações, duas estreias nacionais, debates e ‘masterclasses’, num evento que pretende marcar a celebração dos 10 anos da cidade como Capital Europeia de Cultura.

O Festival Internacional de Dança Contemporânea GUIdance volta a Guimarães em 2022 com dez criações, duas estreias nacionais, debates e ‘masterclasses’, um “evento âncora” que vai marcar a celebração dos 10 anos da cidade como Capital Europeia de Cultura.

A peça de teatro “1/2 kg de carne”, que explora a “intolerância” e a “desestruturação da estabilidade emocional”, a partir de “O mercador de Veneza”, de William Shakespeare, estreia-se na sexta-feira, no Centro Cultural Vila Flor (CCVF), em Guimarães.

O teatro “As árvores não têm pernas para andar”, de Joana Gama, destinado aos maiores de três anos, inicia o programa de educação e mediação cultural da cooperativa A Oficina, em Guimarães, com 13 espetáculos até julho de 2022.

A terceira edição da BIG – Bienal de Ilustração de Guimarães começa hoje com a inauguração de uma exposição coletiva e o anúncio do prémio nacional, que reconhece o melhor desta arte contemporânea em Portugal.

A cooperativa A Oficina, detida pela Câmara Municipal de Guimarães, vai apresentar espetáculos dos atores e encenadores Tiago Rodrigues, Albano Jerónimo e Sara Barros Leitão, na programação que se estende de setembro até dezembro de 2021.

O festival Vai-m’à Banda regressa a Guimarães, no próximo dia 27, numa “versão adaptada aos desafios atuais”, com atuações de Filipe Sambado, Chinaskee, Maria Reis e Fumo Ninja “em largos da cidade não muito longe das tascas”, anunciou a organização.

O espetáculo “Ainda estou aqui”, um texto de Tiago Lima que aborda a alienação pelo entretenimento e a solidão individual, venceu a 3.ª edição da bolsa de teatro Amélia Rey Colaço e estreia-se hoje, no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.

O Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG) e o Palácio Vila Flor, em Guimarães, reabrem portas ao público no dia 16 de abril, com um total de nove exposições, anunciou hoje A Oficina.

Uma plataforma digital que disponibiliza o melhor que o concelho de Guimarães cria, produz e apresenta em termos artísticos foi hoje apresentada pela câmara local, assumindo-se assim como uma “janela para o mundo”.