Faixa Atual

Título

Artista


filme

Uma comissão médica autorizou o realizador russo Klim Shipenko e a atriz Yulia Peresild a filmar o primeiro filme no espaço, depois de terem sido considerados “aptos para o voo espacial”, informou o Centro de Preparação de Cosmonautas.

Enquanto a vida esteve em suspenso em 2020, durante o confinamento por causa do coronavírus, os realizadores Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro fizeram “Diários de Otsoga”, um filme que regista o desejo à vida em comunidade.

O filme “Sombra”, do realizador português Bruno Gascon, inspirado em histórias verídicas de desaparecimento de crianças, e recentemente premiado em Barcelona, chega aos cinemas portugueses no dia 7 de outubro.

O filme “Pedro e Inês”, do realizador português António Ferreira, a partir de um romance de Rosa Lobato de Faria, estreia-se na quinta-feira no Brasil, anunciou hoje a produtora Persona Non Grata Pictures.

O filme “Fátima”, do realizador italiano Marco Pontecorvo, inspirado nos acontecimentos religiosos ocorridos em 1917, vai-se estrear nos cinemas a 7 de outubro, depois de vários adiamentos por causa da covid-19.

O músico Filipe Pinto está de volta com mais um novo ‘single’, inspirado nos Açores, onde gravou o tema, chamado “Vassalo”, e uma curta-metragem representativa, diz, da “autenticidade” do arquipélago.

Os Capitão Fausto adiaram a exibição em streaming e video-on-demand do concerto-filme “Sol Posto”, devido à morte do músico Gastão Reis, num incêndio seguido do desabamento de um edifício em Lisboa.

O novo filme da Pixar, “Soul”, que se estreia na sexta-feira, é a primeira longa-metragem do estúdio de animação que se centra num protagonista negro, interpretado pelo ator Jamie Foxx.

O filme de Daniel Filho encerrou a forma presencial da 11.ª edição do FESTin, que até 30 de dezembro disponibiliza vários filmes na plataforma FESTon.

O filme de Bárbara Paz abriu, no último dia 9 de dezembro, os três dias do festival de cinema que premeia a Língua Portuguesa.

O filme “Avó dezanove e o segredo do soviético”, do moçambicano João Ribeiro, que adapta uma história do escritor angolano Ondjaki, está nomeado para cinco categorias dos Prémios Kisima de Música e Cinema de África, atribuídos no Quénia.

O filme português “A Metamorfose dos Pássaros”, de Catarina Vasconcelos, foi duplamente premiado no Festival New Horizons, na Polónia, vencendo o Grande Prémio e o Prémio do Público.