Faixa Atual

Título

Artista

Background

feira

Magia, arte sonora, videoarte, dança e muita animação.

José Luís Peixoto, Ana Filomena Amaral, Adélia Carvalho e André Letria integram a representação portuguesa na 6.ª Feira Internacional do Livro de Lima.

O 21.º Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira arranca hoje às 21:00.

A feira do livro de Viana do Castelo, que há 41 anos decorria no jardim público, no verão, passa, este mês, para o centro cultural da cidade e integra a iniciativa “Contornos da Palavra”.

Uma dezena de escritores lusófonos vai marcar presença, nos dias 17, 18 e 19 de março, em Leipzig, com exposições, debates e leituras, depois de cancelada a feira do livro na qual Portugal seria país convidado.

O 44.º Festival Internacional de Música de Paços de Brandão (FIMUV) arranca em Santa Maria da Feira, a 01 de outubro, com concertos inclusivos e espetáculos por artistas como a soprano Mojca Erdmann e a cantora Badi Assad.

A Feira do Livro do Porto, que regressa aos Jardins do Palácio de Cristal entre 27 de agosto e 12 de setembro, homenageia o escritor Júlio Dinis e conta nesta edição com 78 entidades participantes, distribuídas por 124 pavilhões.

A Feira do Livro de Leipzig começa a preparar a edição do próximo ano, que se prevê um pouco mais pequena, mas com a imagem habitual, satisfazendo uma “necessidade” de conhecer a “tão rica” literatura lusófona.

O comissário para o centenário de José Saramago, Carlos Reis, e a viúva do escritor, Pilar del Rio, vão estar na Feira do Livro do Funchal, agendada para novembro e dedicada ao Nobel português, anunciou hoje a Câmara Municipal.

A organização da feira de arte ARCOlisboa decidiu atrasar para os dias entre 16 e 19 de setembro o certame previsto inicialmente para maio e realizá-lo na Doca de Pedrouços, o que permitirá descobrir “um novo e surpreendente espaço”.

A Festa Literária Internacional da Mantiqueira (FLIMA), no Brasil, arranca na próxima quinta-feira de forma online, com 31 convidados, e irá homenagear a obra de Lygia Fagundes Telles, vencedora do prémio Camões, em 2005.

A organização da feira de arte contemporânea ARCOlisboa vai decidir este mês se mantém a realização do certame em maio, e se mantém a ARCOmadrid em julho, ou adia para 2022, dependendo do evoluir da situação pandémica.