Faixa Atual

Título

Artista


Emmy

A cadeia de streaming Netflix bateu pela primeira vez a concorrente HBO, ao vencer o maior número de prémios Emmy na 73.ª cerimónia da Academia de Artes e Ciências da Televisão, que decorreu esta madrugada em Los Angeles. 

As séries de ficção “The Crown” e “The Mandalorian” lideram as nomeações da 73.ª edição dos prémios Emmy de televisão, que a Academia de Televisão dos Estados Unidos anuncia hoje.

“The Crown” e “The Mandalorian” lideram a corrida para a 73.ª edição dos prémios Emmy de televisão, empatadas nas 24 nomeações, de acordo com o anúncio feito hoje pela Academia de Televisão dos Estados Unidos.

As audiências dos prémios musicais Grammy despenharam 51% este ano, em relação a 2020, em linha com o registado com outras galas, como os Globos de Ouro e os Emmy.

Os atores Mark Ruffalo, Daniel Levy e Regina King usaram os seus discursos de vitória nos prémios Emmy, que a Academia de Televisão entregou esta madrugada em Los Angeles, para fazer apelos ao voto, diversidade e justiça.

A segunda temporada de “Succession”, da HBO, venceu esta madrugada o prémio de Melhor Série Dramática na 72.ª cerimónia dos prémios Emmy, que decorreu em Los Angeles, EUA, sem público por causa da pandemia.

A minissérie de ficção “Watchmen”, produzida pela HBO, lidera a corrida aos prémios Emmy, com 26 nomeações, mas a plataforma Netflix é que surge com mais produções nomeadas.

As longas-metragens que estiverem nomeadas para os Óscares não poderão concorrer para os prémios Emmy, na sequência de alterações ao regulamento da Academia da Televisão para se ajustar às modificações na indústria do entretenimento provocadas pela pandemia.