documentários

O ciclo de cinema documental Hádoc assinala este ano uma década de existência em Leiria, regressando na reabertura das salas com mais sete filmes entre abril e junho, um contributo para a “formação de uma opinião informada”, explica a organização.

Nove projetos de documentários, entre mais de 80 apresentados a concurso, vão receber 605 mil euros de apoio financeiro do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) referente a 2020.

A Candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027 lança hoje um ciclo ‘online’ de pequenos documentários que semanalmente, até novembro, vai dar a conhecer histórias sobre pessoas, projetos e instituições da comunidade.

A edição deste ano do DoBra – Festival de Cinema Documental de Braga, que estava prevista para os próximos dias 1 a 4 de dezembro, foi adiada para o próximo ano.

O festival Porto/Post/Doc regressa às salas do Porto em novembro com um programa que olha as transformações da representação cinematográfica das cidades ao longo do último século, revelou hoje a organização.

O documentário português “48”, de Susana Sousa Dias, vai ser exibido em novembro no Festival Internacional de Cinema Documental de Amesterdão (IDFA), numa secção programada pelo convidado de honra desta edição, o realizador italiano Gianfranco Rossi.

O filme “Nheengatu – A Língua da Amazónia”, de José Barahona, abrirá, a 22 de outubro, o festival DocLisboa, também ele moldado de forma diferente por causa da covid-19.

O festival DocLisboa, dedicado ao documentário, terá em outubro uma retrospetiva do cinema da Geórgia, desde os anos 1920 até à atualidade.

Dois filmes portugueses, de Catarina Vasconcelos e André Guiomar, integram o festival de cinema documental de Sheffield, em Inglaterra, que decorrerá entre junho e o outono em vários formatos, por causa da covid-19.

O festival de cinema DocLisboa deste ano decorrerá num formato reformulado, dividido por módulos de exibição de documentário em sala, entre outubro e março de 2021.

Os filmes “Santikhiri”, do tailandês Thunska Pansittivorakul, e “Viveiro”, do português Pedro Filipe Marques, filmado em Arcozelo, venceram os principais prémios do DocLisboa.

O debate sobre questões identitárias vai marcar a programação da edição de 2019 do festival de cinema documental Porto/Post/Doc, anunciou hoje a organização do evento que decorre no Porto entre 23 de novembro e 1 de dezembro.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]