Faixa Atual

Título

Artista


dança

Página:4

O festival Mental, que pretende ajudar a combater o estigma e a iliteracia em relação à saúde mental, começa hoje em Lisboa a sua programação, que inclui cinema, música e debates, e chega 21 de novembro ao Porto.

A nova criação da coreógrafa Olga Roriz, intitulada “Autópsia”, estreia hoje no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, palco de uma reflexão sobre a forma como o ser humano se vê a si próprio e age no planeta.

Sete criadores participam este ano no Festival Internacional de Dança Contemporânea (FIDANC), que decorre em Évora, entre os dias 30 deste mês e 16 de novembro, com espetáculos, performances, vídeos dança e atividades educativas.

O Ciclo Cartografias regressa a Lisboa a partir de quinta-feira com uma programação de espetáculos e oficinas, integrando artistas de três continentes, com o objetivo de promover a experimentação e o trabalho de coreógrafos emergentes.

A 3.ª edição da Mostra de Artes de Rua de Sines, que arranca na quinta-feira, vai abordar questões como as alterações climáticas e a crise dos refugiados em dezenas de espetáculos de rua.

No jardim do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta, no Campo Grande, é inaugurado em setembro o Bibliófilo, uma biblioteca ao ar livre na qual se podem encontrar algumas edições raras e que durante todos os fins de semana estará literalmente “de livros abertos”.

O festival de dança contemporânea Algures a Nordeste, que decorre de 13 a 28 de setembro, em Bragança e Vila Real, internacionaliza-se nesta edição com a participação de companhias do Brasil e de Espanha, segundo a organização.

Adicionalmente, à semelhança dos dois anos anteriores, e no que se refere a novas criações, mas de artistas locais ou com residência em Évora, também em 2019, o “Artes à Rua” abriu uma chamada para estes criadores. Desta resultaram mais de 40 propostas, protagonizadas por mais de 100 artistas.

A organização do Festival Andanças anunciou o cancelamento do festival que estava agendado para Castelo de Vide (Portalegre), prometendo que este “não vai acabar” e que regressará com um “formato adaptado” aos desafios emergentes.