Faixa Atual

Título

Artista

Background

Curtas

Página:4

O festival de cinema Curtas Vila do Conde, que estava marcado para julho, foi adiado para outubro, por causa da pandemia da doença Covid-19.

A entrada no solstício de inverno no hemisfério norte é o pretexto para várias cidades exibirem hoje filmes à medida – curtas-metragens – no ciclo de cinema O Dia Mais Curto.

Três filmes portugueses, dois dos quais em competição, vão ser exibidos em janeiro no 17.º Festival de Curtas-Metragens de Londres, segundo a programação anunciada.

Quase 30 localidades de todo o país assinalam este mês a entrada no solstício de inverno – no dia mais curto do ano – com uma programação de cinema feito apenas de curtas-metragens, nacionais e estrangeiras.

Os filmes portugueses “Cães que ladram aos pássaros”, de Leonor Teles, “Dia de Festa”, de Sofia Bost, e “Em caso de fogo”, de Tomás Paula Marques, estão em competição no festival Curta Cinema, a decorrer no Rio de Janeiro.

A Solar – Galeria de Arte Cinemática, em Vila do Conde, inaugura no próximo sábado, dia 28 de setembro de 2019, às 17h, “Rudimental”, uma exposição de Mariana Caló e Francisco Queimadela.

A curta-metragem “Em Caso de Fogo”, de Tomás Paula Marques, vai participar no festival de cinema de San Sebastián, em Espanha, no âmbito da competição estudantil do evento que se realiza em setembro.

A estreia de “Midsommar” com a presença do realizador norte-americano Ari Aster e a celebração dos 40 anos de “Alien – O Oitavo Passageiro” acontecem em setembro, no Motelx. Conversámos com os diretores João Monteiro e Pedro Souto após a exibição em antestreia nacional de “O Boneco Diabólico”.

“Ave Rara”, de Vasco Saltão, venceu o prémio de melhor filme da competição nacional no festival Curtas de Vila do Conde.

Uma conversa com Miguel Dias, diretor do Curtas Vila do Conde, nunca será simples ou acelerada, antes emotiva e inspiradora. De quem orgulhosamente deu a testemunhar muitos episódios artísticos sem paralelo num festival que, ao aproximar-se das três décadas, mantém frescura e jovialidade.

Para a sessão de abertura do 27.º Curtas Vila do Conde foi escolhido “O Gabinete do Dr. Caligari”, de Robert Wiene, prestes a celebrar o seu centenário, e musicado ao vivo por Marta Navarro e Tiago Cutileiro.

Arranca este sábado, dia 6 de julho, o 27.º Curtas, festival que levará até Vila do Conde mais de 250 filmes. A marcar o arranque, a antestreia de “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, um western tropical distópico que arrecadou o prémio do júri na edição deste ano do festival de Cannes.