Cinema

Seis filmes, de Catarina Vasconcelos, Gonçalo Galvão Teles, Sérgio Graciano, Bruno Gascon, Artur Ribeiro e David Bonneville, foram pré-selecionados pela Academia Portuguesa de Cinema para o processo de nomeação aos Óscares.

O documentário realizado por Diogo Varela Silva, “Zé Pedro Rock ’n’ Roll”, é uma das seleções oficiais do festival de cinema punk de Los Angeles, que arranca hoje e termina com uma cerimónia de prémios a 11 de outubro. 

O festival Queer Porto, que começa no dia 12, terá um novo prémio para distinguir o cinema queer português, e uma seleção de filmes que representam “um ato de resistência”.

Depois de uma edição condicionada pela pandemia, o festival DocLisboa regressa ao formato em sala de cinema, a partir do dia 21 e com 249 filmes, em busca de “uma experiência absolutamente coletiva” com o público.

O filme “A metamorfose dos pássaros”, de Catarina Vasconcelos, que soma vários prémios internacionais, estreia-se esta semana em Portugal em mais de trinta salas, no circuito comercial, em auditórios e cineclubes.

O filme “O clitóris”, da canadiana Lori Malépart-Traversy, e o documentário “Água sagrada”, uma “ode respeitosa ao orgasmo feminino”, abrem o festival CLIT – Cinema em Locais Inusitados e Temporários, que decorre de 8 a 17 de outubro em Setúbal.

O FEST – Festival Novos Realizadores Novo Cinema arranca segunda-feira em Espinho num formato presencial e ‘online’ “de quase normalidade”, mas do programa constam várias obras inspiradas pelo primeiro confinamento pandémico e por questões como policiamento e justiça popular.

O filme “007: Sem tempo para morrer”, de Cary Joji Fukunaga, da série James Bond, estreia em 70 cinemas portugueses e com mais de 7.000 bilhetes vendidos antecipadamente.

A atriz portuguesa Daniela Melchior integra o elenco do filme de ação “Assassin Club”, da realizadora francesa Camille Delamarre, e cuja rodagem decorreu em Turim, Itália, revelou a publicação Deadline.

O FEST – Festival Novos Realizadores Novo Cinema arranca no dia 4 de outubro em Espinho e contará com profissionais como Irvine Welsh, autor de “Trainspotting”, e Tony Grisoni, coautor de “Delírio em Las Vegas”.

Quatro filmes portugueses, entre os quais “Diários de Otsoga” e “Amor de Perdição”, integram em outubro o Festival Internacional de Cinema de Ghent, o maior no panorama dos festivais na Bélgica.

A Festa do Cinema Francês, que decorrerá em outubro, quer estender-se a mais cidades portuguesas e dar mais espaço ao cinema feito por mulheres e sobre mulheres, afirmou à Lusa a curadora festival, Katia Adler.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]