MÚSICA

Página:6

A feira de música ibero-americana EXIB Música regressa a Setúbal em outubro, depois de uma edição inteiramente digital no ano passado.

Depois de um ano de interrupção, por causa da pandemia, o Festival Super Bock em Stock regressa em novembro a Lisboa, com concertos em simultâneo no eixo da avenida da Liberdade.

A fadista Cristina Branco, o pianista Mário Laginha, o violoncelista argentino Sebastian Plano e o criador de música eletrónica e experimental Suso Sáiz são alguns dos artistas que passarão pelo Auditório de Espinho até ao final de 2021.

O músico Fred encerra, no próximo sábado, às 18:00, o ciclo “Concertos ao Pôr do Sol”, no Anfiteatro do Jardim Botânico da Casa da Cerca-Centro de Arte Contemporânea, em Almada, nos arredores de Lisboa.

No início era apenas um sonho mas, 27 anos depois, esse sonho concretiza-se na Quinta da Conraria, em Coimbra, onde os 5.ª Punkada, banda de utentes da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC), estão a gravar o primeiro disco.

O festival “Correntes de um só rio”, dedicado à canção de Coimbra, realiza-se de 01 e 10 de outubro, incluindo na sua programação um espetáculo com Cuca Roseta e um concerto que vai recordar canções de Zeca Afonso.

A pianista Vera Prokic apresenta hoje, no Museu do Oriente, em Lisboa, o projeto “Le Tic-Toc-Choc”, que aborda obras canónicas da história da música, conjugando piano e percussões, de modo a abrir novas perspetivas sobre o repertório.

Os Fogo Fogo editam esta semana o álbum “Fladu Fla”, um funaná do século XXI, perfumado com dub, reggae, rock e com uma consciência política e social, como descreveu o vocalista, David Pessoa.

Músicas de intervenção, reivindicativas, “que expressam um desejo de mudança”, vão ser interpretadas no espetáculo “Mais Alto!”, para crianças e famílias, que chega na sexta-feira ao LU.CA, Teatro Luís de Camões, em Lisboa.

O vocalista dos Quinta do Bill, Carlos Moisés, edita este mês o álbum de estreia a solo, “Moisés – primeiro solo”, que inclui um poema inédito de José Mário Branco e cujo primeiro ‘single’ é divulgado na sexta-feira.

O Salão Brazil, situado em Coimbra, vai regressar à programação, depois da paragem no verão, com o acolhimento de dois festivais de jazz e concertos de Cassete Pirata e Tomás Wallenstein.

A digressão dos australianos Cut Copy encontra-se adiada para 2022 e o espetáculo no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, fica marcado para o dia 4 de novembro de 2022, anunciou hoje a promotora Everything is New.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]