CINEMA & TV

A realizadora portuguesa Catarina Vasconcelos prepara um novo filme, intitulado “Pintura Inacabada”, com o qual recebeu um prémio financeiro de desenvolvimento de argumento em Itália, revelou a produtora Primeira Idade.

A produção israelita “Teerão” foi a grande vencedora da 49.ª edição dos Emmy Internacionais, numa cerimónia dominada pelo Reino Unido e em que Portugal perdeu para a China na categoria Telenovela.

O ‘storyboard’ do filme “Dune”, criado pelo realizador Alejandro Jodorowsky para um projeto que não chegou a ser concretizado, foi vendido num leilão, em Paris, por 2,66 milhões de euros, um valor recorde para aquele tipo de documento.

Theo Anthony é o autor em foco da oitava edição do Porto/Post/Doc, com seis filmes que traçam a sua “autobiografia, como criador e como pessoa, a crescer e aprender com erros” e pensam o poder da imagem.

O novo filme de animação da Walt Disney Animation Studios, “Encanto”, é inspirado no realismo mágico dos escritores sul-americanos Gabriel Gárcia Márquez e Isabel Allende, disse a co-realizadora Charise Castro Smith. 

O ator norte-americano Kevin Spacey foi condenado a pagar 31 milhões de dólares à produtora da série “House of Cards”, como indemnização por quebra de contrato e para amenizar os prejuízos provocados pelo seu comportamento durante as filmagens.

O filme ‘O Ano da Morte de Ricardo Reis’, do realizador João Botelho, a partir da obra de José Saramago, venceu o prémio de melhor filme na competição internacional do Festival Efebo D’Oro, em Palermo (Itália).

O filme “A night of knowing nothing”, da cineasta indiana Payal Kapadia, venceu a 15.ª edição do LEFFEST – Lisbon & Sintra Film Festival, que termina hoje, e será exibido à noite no cinema Nimas.

O documentário “Alcindo”, de Miguel Dores, que parte da história do homicídio de Alcindo Monteiro para falar sobre racismo em Portugal, venceu o grande prémio do festival Caminhos, que termina hoje em Coimbra.

O Festival Olhares do Mediterrâneo – Women’s Film Festival vai regressar ao Cinema São Jorge, em Lisboa, entre quarta e domingo, com 45 filmes e uma série de atividades pela “causa da visibilidade”.

A média-metragem de origem francesa “Teenage lockdown tale”, que será exibida em Lisboa na sexta-feira, aproveitou o confinamento imposto pela pandemia de covid-19 para mostrar “a fragilidade” dos adolescentes.

O filme “Serpentário”, do realizador português Carlos Conceição, estreia-se nos cinemas a 25 de novembro, revelou hoje a agência da Curta-Metragem.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]