Piado do Pardal

No último episódio da primeira temporada do Piado do Pardal, o anfitrião fala sobre o primeiro jogo da franquia Max Payne. Fala da sua experiência pessoal com o videojogo destacando um momento perturbador em particular. Tão perturbador que tem que recorrer a um meme do Final Fantasy para aliviar o clima tenso.

Nesta semana, o anfitrião do podcast dá a sua opinião sobre dois filmes e de uma série que viu nestes últimos tempos: Bem Bom, Loki e Space Jam. Apesar do episódio ser composto por mini-reviews, há oportunidade de incluir referências à cultura pop como um momento sui generis do Dragon Ball e até o mítico programa Templo dos Jogos.

Neste episódio, o anfitrião recebe Ana Duarte, fundadora e diretora criativa da página ContraBanda.pt Para além da apresentação do seu projeto de divulgação cultural, houve espaço para a convidada partilhar histórias relacionadas com uma das suas paixões de sempre: a música.

O primeiro jogo do Sonic foi lançado há 30 anos. Por essa razão, o anfitrião do podcast faz uma viagem ao passado e recorda a sua experiência com o ouriço mais conhecido da cultura pop.

O primeiro filme Tomb Raider com Angelina Jolie foi lançado há 20 anos. Neste episódio, o anfitrião recorda este pedaço da cultura pop do início dos anos 2000. Para além do filme, há tempo também para partilhar memórias pessoais sobre os videojogos desta saga.

Na semana em que estreou o primeiro episódio da série spin-off «Loki» na Disney Plus, o anfitrião do podcast faz uma mini reflexão sobre a importância dos vilões na cultura pop.

Na semana em que se celebrou o Dia Mundial da Criança, o anfitrião do podcast descobre uma misteriosa cassete VHS e recorda a sua ida ao Batatoon. O episódio é uma viagem nostálgica a um tempo em que dois palhaços eram reis e senhores dos programas de tarde da TVI.

Neste episódio, o anfitrião recebe o Tiago Plutão. «Relativizar» é o seu disco de estreia e foi esse o ponto de partida para uma conversa sobre a génese do seu projeto. O músico revela detalhes da participação especial de Hélio Morais no seu álbum e há tempo também para desvendar pormenores dos bastidores dos seus telediscos.

Em plena época eurovisiva, o anfitrião do podcast faz um desabafo algo controverso. Mais do que um desabafo, o episódio é uma crónica introspectiva sobre o porquê de se ter tornado num fã da Eurovisão.

O Sporting Clube de Portugal terminou o seu jejum e é novamente campeão nacional de futebol. Por isso, o anfitrião do podcast faz uma viagem ao passado e partilha o que andava a fazer há 19 anos, ou seja, videojogos, filmes são referidos. Há tempo também para recordar um momento infeliz num festival de música português.

Na semana em que se celebrou o dia internacional de Star Wars – também conhecido como «May the Fourth Be With You» – o anfitrião partilha algumas das suas primeiras memórias relacionadas com a sua saga intergaláctica preferida. Há referências a momentos musicais inusitados e a videojogos desta popular franquia.

Neste episódio, o anfitrião fala sobre Mortal Kombat. Para além da sua experiência pessoal com os videojogos, o novo filme é também tema e, por essa razão, há tempo para uma mini-review.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]