ART & TECH

Página:3

O festival literário Correntes d’Escritas, na Póvoa de Varzim, começa hoje, totalmente online, um formato inédito e reduzido, que conta com a participação de uma centena de autores e iniciativas de homenagem ao escritor chileno Luís Sepúlveda.

A S.A. Marionetas vai representar Portugal num festival de fantoches a realizar na Tunísia, em março de 2022, anunciou hoje a companhia sediada em Alcobaça, no distrito de Leiria.

O ator e encenador João Mota, de 78 anos, vai despedir-se dos palcos no papel de Freud, na próxima estreia do Teatro da Comuna, prevista para 27 de março.

O espetáculo “F…”, da Estrutura, vai estrear-se na próxima quinta-feira, dia 25, no Teatro Municipal do Porto (TMP), mas devido à covid-19 a peça de teatro foi convertida num objeto artístico digital.

A professora Aida Maria Oliveira Carvalho, do Instituto Politécnico de Bragança, foi nomeada presidente do conselho diretivo da Fundação Côa Parque, em Vila Nova de Foz Côa, no distrito da Guarda, anunciou hoje o Ministério da Cultura.

Mais de metade da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas (RNBP) respondeu ao confinamento com serviços de empréstimo de livros em ‘take-away’ ou entrega ao domicílio.

A plataforma de música Spotify vai estar presente em mais 80 países, incluindo dezenas de países de África, quase duplicando o número de mercados em que está presente, anunciou a empresa em comunicado.

O ator e encenador francês Jean-Pierre Tailhade morreu no domingo, aos 81 anos, em Lisboa, disse hoje à Lusa a realizadora Rita Azevedo Gomes.

Representantes do setor cultural mostraram-se hoje surpreendidos com a resposta do primeiro-ministro a uma carta que criticava a ausência da área do Plano de Recuperação e Resiliência, recordando que “têm estado a apresentar propostas” desde o início da pandemia.

A 23.ª edição da Semana Cultural da Universidade de Coimbra (UC) vai decorrer de 1 a 15 de março, com cerca de três dezenas de propostas que vão realizar-se de forma digital, devido à pandemia de covid-19.

Os museus da Europa estão prontos para reabrir, para apoiar a vida urbana e acompanharem as pessoas na nova realidade, disse hoje a Rede de Organizações Europeias de Museus (NEMO, na sigla em inglês).

Galia, filha de Amos Oz, falecido em 2018, publicou hoje uma autobiografia em que denuncia “maus tratos físicos e mentais contínuo” do escritor israelita, conhecido pelo seu ativismo pela paz.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]