Notícias

Página:4

O escritor cabo-verdiano Germano Almeida, Prémio Camões em 2018, será o autor homenageado do 14.º Festival Literário Escritaria, em Penafiel, no distrito de Porto, que começa hoje e se prolonga até dia 31.

A exposição “Surrealism Beyond Borders” vai abrir hoje ao público, no Museu Metropolitano de Arte, em Nova Iorque, para apresentar obras de artistas de 45 países, incluindo cinco nomes lusófonos, numa releitura do movimento artístico que correu o globo.

Mais de mil horas de programação para apresentar a ciência de forma acessível, cruzando-a com a cultura e a arte, preenchem a primeira edição do Festival Internacional de Ciência, em Oeiras de 12 a 17 de outubro.

Um bailarino do lendário Teatro Bolshoi, da Rússia, morreu este sábado num acidente em palco durante uma apresentação de ópera, anunciou a companhia de Moscovo.

A Anda&Fala – Associação Cultural abriu hoje candidaturas a bolsa de 2.000 euros para jovens criadores no âmbito do festival Walk&Talk, destinada a naturais e/ou residentes nos Açores “que ambicionam desenvolver um projeto em qualquer área de expressão artística”.

O prémio Nobel da Literatura 2021, Abdulrazak Gurnah, declarou hoje que continuará a tomar a palavra para falar de imigração, classificando o ‘Brexit’ como “um erro” e as políticas dos Governos europeus como “desumanas”.

“Saramago Mediterrâneo” é a designação da exposição de artes plásticas, de homenagem ao escritor, que pode ser visitada em Odemira (Beja), até 16 de novembro, integrada no Festival Sete Sóis Sete Luas naquela vila.

A coreógrafa brasileira Alice Ripoll apresenta, no sábado e domingo, “Lavagem”, em Almada, um espetáculo que se desdobra em “interpretações poéticas” do título palavra, que vão desde a limpeza do corpo, ao nascimento e à resistência, segundo a criadora.

A exposição “Joan Miró. Signos e Figuração” abre este sábado ao público com um “mandato duplo” de “mostrar toda a coleção” do Estado Português e o “trabalho magnífico de reabilitação” de Siza Vieira da Casa de Serralves, no Porto.

A companhia algarvia Mákina de Cena estreia hoje em Loulé uma peça multimédia e interativa que é uma viagem por trechos assumidamente “roubados” a outros artistas, que irá percorrer o país.

No “Mundo”, o novo livro de Ana Luísa Amaral que chega hoje às livrarias, “cabe tudo” – “tanto pode caber uma formiga, quanto uma centopeia, a crueldade do mundo, as desigualdades”, explicou a poeta.

O escritor João de Melo venceu o Prémio Literário Urbano Tavares Rodrigues pelo seu mais recente romance, “Livro de vozes e sombras”, que aborda a guerra colonial e o separatismo açoriano, revelou o grupo editorial Leya.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]