Faixa Atual

Título

Artista

Background

Inês Viegas Oliveira vence Prémio Nacional de Ilustração

Escrito por em 29/06/2023

A autora Inês Viegas Oliveira venceu por unanimidade o Prémio Nacional de Ilustração 2022 com o livro de estreia, intitulado “Duelo”, revelou hoje a Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB).

“Duelo”, publicado no verão passado pela Planeta Tangerina, foi distinguido “pela singular relação do texto com as ilustrações, a originalidade gráfica que o faz distinguir-se das propostas mais comuns, e a riqueza plástica da obra”, referiu o júri, em nota de imprensa.

A narrativa parte de dois homens que decidem marcar um duelo para resolver uma longa discussão, mas o desenrolar da história encaminha o leitor para uma reflexão sobre tolerância, paz e para a contemplação da natureza e da vida humana no planeta.

O livro, cujos direitos estão vendidos para italiano, coreano e inglês, surgiu da experiência da autora, nascida em Tavira em 1995, no projeto europeu “Every Story Matters”, que promove a inclusão através das histórias e dos livros.

Nesta edição do Prémio Nacional de Ilustração, foram ainda atribuídas menções especiais a André Carrilho, pelo livro “Senhor Mar”, editado pela Bertrand, e a João Fazenda, pelas ilustrações de “Jerónimo e Josefa”, com texto de José Saramago, publicado pela Tcharan.

Inês Viegas Oliveira vai receber um prémio monetário de 10.000 euros, acrescido de uma comparticipação de 1.500 euros para ir à Feira Internacional do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, em Itália.

André Carrilho e João Fazenda – que já foram distinguidos anteriormente com o Prémio Nacional de Ilustração – recebem 1.500 euros cada também para comparticipar a deslocação àquela feira.
Segundo a DGLAB, o júri considerou ainda dar destaque a “três obras singulares”, todas da editora Planeta Tangerina.

São elas “Desenha tudo o que quiseres”, de Madalena Matoso, “Apanhar ar, apanhar sol”, de Bernardo Carvalho para texto de Isabel Minhós Martins, e “O que é isto”, com ilustrações de Yara Kono para texto de Ana Pessoa.

A esta 27.ª edição do Prémio Nacional de Ilustração concorreram 82 obras de 59 ilustradores. O júri foi constituído por Cristina Sampaio, Daniel Lima e Ana Marta Araújo. O Prémio Nacional de Ilustração, criado em 1996, é uma iniciativa da DGLAB para reconhecer a ilustração original e de qualidade publicada em Portugal.