Faixa Atual

Título

Artista

Background

Curta portuguesa “Ice Merchants” nomeada aos Óscares

Escrito por em 24/01/2023

A curta-metragem de animação “Ice Merchants”, de João Gonzalez, está nomeada para os Óscares, o que é inédito para o cinema português.

Pela primeira vez, há um filme de produção portuguesa a integrar os nomeados para os Óscares. Realizado por João Gonzalez, “Ice Merchants” é candidato ao prémio de melhor curta-metragem de animação.

Além de “Ice Merchants”, na corrida a uma nomeação estavam também “O Homem do Lixo”, de Laura Gonçalves, na categoria de melhor curta de animação, e “O Lobo Solitário”, de Filipe Melo, para o Óscar de melhor curta-metragem, em imagem real, que não conseguiram uma nomeação.

Para o Óscar de melhor curta-metragem de animação estão ainda nomeados “The Boy, the Mole, the Fox and the Horse”, de Charlie Mackesy e Matthew Freud, “The Flying Sailor”, de Amanda Forbis e Wendy Tilby, “My Year of Dicks”, de Sara Gunnarsdóttir, e “An Ostrich Told Me the World Is Fake and I Think I Believe It”, de Lachlan Pendragon.

“Ice Merchants” é o terceiro filme de João Gonzalez, tem produção portuguesa de Bruno Caetano, pela Cola Animation, e coprodução com França e Reino Unido. O filme, sem diálogos, tem como ponto de partida a imagem de uma casa numa montanha, debruçada num precipício. A partir daí, o realizador desenvolveu a história de um pai e um filho, que produzem gelo na casa inóspita onde vivem, e de onde saltam todos os dias de paraquedas para o vender na aldeia, no sopé da montanha.

João Gonzalez assina a realização e a banda sonora do filme e divide a animação, em 2D, com a polaca Ala Nunu. Antes de chegar às nomeações dos Óscares, “Ice Merchants” teve uma estreia premiada em 2022 na Semana da Crítica no Festival de Cinema de Cannes, em França.

De acordo com a Agência da Curta-Metragem, o filme de João Gonzalez já passou por mais de uma centena de festivais de cinema, obteve 44 prémios e foi visto por 8.425 espectadores.

O filme “Tudo em todo o lado ao mesmo tempo”, de Daniel Kwan e Daniel Scheinert, lidera a corrida aos Óscares, com 11 nomeações.

“Tudo ao mesmo tempo em todo o lado”, uma produção independente de ficção científica sobre universos paralelos, está indicada para os Óscares de Melhor Filme ou Realização e também nas categorias de representação, nomeadamente para Michelle Yeoh, Jamie Lee Curtis, Stephanie Hsu e Ke Huy Quan, o ator que em criança entrou em “Indiana Jones e o Templo Perdido” (1984).

Para o Óscar de Melhor Filme, estão também nomeados “Os espíritos de Inisherin” (Martin McDonagh), “Os Fablemans” (Steven Spielberg), “Tár” (Todd Field), “A oeste nada de novo” (Edward Berger), “Top Gun: Maverick” (Joseph Kosinski), “Elvis” (Baz Luhrmann), “Avatar: O caminho da água” (James Cameron), “A voz das mulheres” (Sarah Polley) e “Triângulo da Tristeza” (Ruben Ostlund).

Para o Óscar de Melhor Realização competem Martin McDonagh, Daniel Kwan e Daniel Scheinert, Steven Spielberg, Todd Field e Ruben Ostlund. O ‘biopic” de Baz Luhrmann sobre Elvis Presley soma oito nomeações, nomeadamente para Austin Butler como Melhor Ator, e “Os Fablemans”, o filme semibiográfico de Steven Spielberg segue com sete nomeações, entre as quais para Melhor Banda Sonora, de John Williams. O compositor foi nomeado pela 53.ª vez e mantém o recorde de personalidade viva mais nomeada na história dos Óscares.

Ana de Armas (“Blonde”), Cate Blanchett (“Tár”), Andrea Riseborough (“To Leslie”), Michelle Williams (“Os Fabelmans”) e Michelle Yeoh estão nomeadas para o Óscar de Melhor Atriz. Entre os homens estão indicados Brendan Fraser (“A Baleia”), Colin Farrell (“Os espíritos de Inisherin”), Austin Butler (“Elvis”), Bill Nighy (“Living”) e Paul Mescal (“Aftersun”).

Para o Óscar de Melhor Filme Internacional surgem “A oeste nada de novo” (Alemanha), “Argentina, 1985” (Argentina), “Close” (Bélgica), “EO” (Polónia) e “The Quiet Girl” (Irlanda).

“Pinóquio”, “Marcel the Shell With Shoes On”, “Gato das Botas: O último desejo”, “The Sea Beast” e “Turning Red – Estranhamente Vermelho” estão na categoria de Melhor Longa-Metragem de Animação. A cerimónia dos Óscares está marcada para 12 de março, com apresentação de Jimmy Kimmel.

Nomeados aos Óscares 2023

MELHOR FILME
“A Oeste Nada de Novo”
“Avatar: O Caminho da Água”
“Os Espíritos de Inisherin”
“Elvis”
“Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”
“Os Fabelmans”
“Tár”
“Top Gun: Maverick”
“Triângulo da Tristeza”
“A Voz das Mulheres”

MELHOR REALIZADOR
Martin McDonagh, “Os Espíritos de Inisherin”
Daniel Kwan, Daniel Scheinert, “Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”
Todd Field, “Tár”
Steven Spielberg, “Os Fabelmans”
Ruben Östlund, “Triângulo da Tristeza”

MELHOR ATOR
Austin Butler, “Elvis”
Colin Farrell, “Os Espíritos de Inisherin”
Bill Nighy, “Living”
Brendan Fraser, “A Baleia”
Paul Mescal, “Aftersun”

MELHOR ATRIZ
Cate Blanchett, “Tár”
Ana de Armas, “Blonde”
Andrea Riseborough, “To Leslie”
Michelle Yeoh, “Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”
Michelle Williams, “Os Fabelmans”

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
Brian Tyree Henry, “Causeway”
Judd Hirsch”, Os Fabelmans”
Barry Keoghan, “Os Espíritos de Inisherin”
Brendan Gleeson, “Os Espíritos de Inisherin”
Ke Huy Quan, “Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
Angela Bassett, “Black Panther: Wakanda Para Sempre”
Hong Chau, “A Baleia”
Kerry Condon, “Os Espíritos de Inisherin”
Stephanie Hsu, “Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”
Jamie Lee Curtis, “Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
“Os Espíritos de Inisherin”, Martin McDonagh
“Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”, Daniel Kwan, Daniel Scheinert
“Os Fabelmans”, Tony Kushner, Steven Spielberg
“Tár”, Todd Field
“Triângulo da Tristeza”, Ruben Östlund

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
“A Oeste Nada de Novo”, Edward Berger, Lesley Paterson
“Glass Onion”, Rian Johnson
“Living”, Kazuo Ishiguro
“Top Gun: Maverick”, Peter Craig, Justin Marks, Ehren Kruger, Eric Warren Singer, Christopher McQuarrie
“A Voz das Mulheres”, Sarah Polley

MELHOR BANDA-SONORA ORIGINAL
“A Oeste Nada de Novo”, Volker Bertelmann
“Babylon”, Justin Hurwitz
“Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”, Son Lux
“Os Espíritos de Inisherin”, Carter Burwell
“Os Fabelmans”, John Williams

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Applause” de Diane Warren por “Tell It Like a Woman”
“Hold My Hand” de Lady Gaga, BloodPop por “Top Gun: Maverick”
“Lift Me Up” de Tems, Ludwig Göransson, Rihanna e Ryan Coogler por “Black Panther: Wakanda Para Sempre”
“Naatu Naatu” de Kala Bhairava, M. M. Keeravani, Rahul Sipligunj por “RRR”
“This Is A Life”, de Ryan Lott, David Byrne, Mitski por “Tudo Em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”

MELHOR SOM
“A Oeste Nada de Novo”
“Avatar: O Caminho da Água”
“The Batman”
“Elvis”
“Top Gun: Maverick”

MELHOR MONTAGEM
“Os Espíritos de Inisherin”, Mikkel E.G. Nielsen
“Elvis”, Jonathan Redmond, Matt Villa
“Tár”, Monika Willi
“Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”, Paul Rogers
“Top Gun: Maverick”, Eddie Hamilton

MELHOR FOTOGRAFIA
“A Oeste Nada de Novo”, James Friend”
“Bardo, Falsa Crónica de umas Quantas Verdades”, Darius Khondji
“Elvis”, Mandy Walker
“Empire of Light”, Roger Deakins
“Tár”, Florian Hoffmeister

MELHOR CENOGRAFIA
“A Oeste Nada de Novo”
“Avatar: O Caminho da Água”
“Babylon”
“Elvis”
“Os Fabelmans”

MELHOR GUARDA-ROUPA
“Babylon”, Mary Zophres
“Black Panther: Wakanda Para Sempre”, Ruth E. Carter
“Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”, Shirley Kurata
“Elvis”, Catherine Martin
“Um Sonho em Paris”, Jenny Beaven

MELHOR MAQUILHAGEM
“A Oeste Nada de Novo”
“Black Panther: Wakanda Para Sempre”
“The Batman”
“A Baleia”
“Elvis”

MELHORES EFEITOS VISUAIS
“Avatar: O Caminho da Água”
“A Oeste Nada de Novo”
“The Batman”
“Black Panther: Wakanda Para Sempre”
“Top Gun: Maverick”

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
“A Oeste Nada de Novo” (Alemanha)
“Argentina, 1985” (Argentina)
“Close” (Bélgica)
“EO” (Polónia)
“The Quiet Girl” (Irlanda)

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
“Pinóquio de Guillermo del Toro”
“Marcel the Shell with Shoes On”
“Gato das Botas: O Último Desejo”
“The Sea Beast”
“Turning Red”

MELHOR DOCUMENTÁRIO
“All That Breathes”
“Toda a Beleza e Carnificina”
“A House Made of Splinters”
“Fire of Love”
“Navalny”

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
“The Boy, the Mole, the Fox, and the Horse”
“The Flying Sailor”
“Ice Merchants”
“My Year of Dicks”
“An Ostrich Told Me The World Is Fake And I Thing I Believe It”

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTAL
“The Elephant Whispereres”
“How Do You Measure A Year”
“The Martha Mitchell Effect”

MELHOR CURTA-METRAGEM
“An Irish Goodbye”
“Ivalu”
“Le Pupille”
“Night Ride”
“The Red Suitcase”

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta