Faixa Atual

Título

Artista

Background

OML apresenta serenatas de Brahms e Dvořák

Escrito por em 03/01/2023

O clarinetista Nuno Silva vai dirigir a Orquestra Metropolitana de Lisboa (OML), nas serenatas de Brahms e Dvořák, no próximo dia 21, às 17:00, no Picadeiro do Museu dos Coches, e, no dia seguinte, à mesma hora, em Setúbal, no Fórum Luísa Todi.

De Brahms, será interpretada a Serenata n.º 2, com arranjos de Mark Popkin, que “data do final da década de 1850 e aparece aqui numa transcrição para sopros do naipe das madeiras, na companhia do contrabaixo; são cinco pequenas peças em que já se vislumbra a grandiosidade das quatro sinfonias compostas mais tarde”, refere a OML.

A peça de Dvořák “surgiu duas décadas depois, sem flauta, mas com três trompas; nela combinam-se reminiscências do estilo de Mozart e a inconfundível sonoridade da música tradicional da região da Boémia [que faz parte da atual República Checa]”.

Nuno Silva tem atuado em Portugal e no estrangeiro. É diplomado pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto, em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa e pela California State University, onde obteve um mestrado com classificação máxima a todas as disciplinas. Estes resultados académicos valeram-lhe o convite para se tornar membro da Phi Kappa Phi Honors Society, dos Estados Unidos. Em 2013 foi-lhe atribuído o “Estatuto de Especialista”, e em 2017 foi-lhe conferido o Grau de Doutor com distinção, pela Universidade de Évora.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta