Faixa Atual

Título

Artista

Background

Morreu a cantora Gal Costa aos 77 anos

Escrito por em 09/11/2022

A cantora Gal Costa, uma das maiores vozes da música popular brasileira (MPB), morreu hoje aos 77 anos, confirmou a assessoria de comunicação da artista ao jornal Folha de S. Paulo.

A causa de morte ainda não foi revelada, mas a cantora estava a recuperar de um procedimento cirúrgico e tinha saído dos palcos até ao final de novembro, seguindo recomendações médicas.

Gal Costa era uma das atrações do festival Primavera Sound, que aconteceu em São Paulo no último fim de semana, mas teve sua participação cancelada à última hora.

A cantora brasileira também tinha na agenda dois concertos em Portugal, marcados para novembro em Lisboa e Porto, que haviam sido adiados para o próximo ano devido à cirurgia que realizou.

De acordo com a sua assessoria, Gal Costa precisava de recuperar após a retirada de um nódulo na fossa nasal direita e ficaria fora dos palcos até ao final de novembro, seguindo as recomendações médicas. A cirurgia ocorreu em setembro.

Nascida Maria da Graça Costa Penna Burgos em Salvador, na Bahia, em 1945, Gal Costa foi sempre incentivada pela mãe a prosseguir uma carreira na música.

No começo da vida adulta, ela trabalhou como balconista numa loja de discos em Salvador, a Roni Discos. No início dos anos 1960, foi apresentada a Caetano Veloso, encontro a partir do qual foi criado um vínculo pessoal e artístico que perduraria até à sua morte.

Com Caetano Veloso, Maria Bethânia e Gilberto Gil, integrou os “Doces Bárbaros”, responsáveis por um disco marcante na década de 1970. Tinha pouco mais de 20 anos quando participou em “Tropicália ou Panis et Circencis”, álbum fundador do movimento tropicalista. Em 1971, fez um dos espetáculos de maior repercussão da história da MPB, “Fa-Tal”, que se tornaria também um disco de culto.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta