Faixa Atual

Título

Artista

Background

Queer Porto com dez filmes portugueses

Escrito por em 02/11/2022

Cerca de uma dezena de filmes portugueses, entre os quais “Tornar-se um homem na Idade Média” e “Rua dos Anjos”, vão passar no festival Queer Porto, que arranca no dia 29.

Na competição oficial hoje anunciada está apenas um filme português, “Rua dos Anjos”, protagonizado, escrito e realizado por Renata Ferraz, realizadora, e por Maria Roxo, que durante mais de vinte anos viveu do trabalho sexual.

Para o Prémio Casa Comum foram selecionadas oito curtas-metragens, entre as quais “Tornar-se um homem na Idade Média”, de Pedro Neves Marques, “Um caroço de abacate”, de Ary Zara, “Aos dezasseis”, de Carlos Lobo, e “Azul”, de Ágata de Pinho, todos já apresentados em festivais internacionais.

Na secção “Queer Focus”, voltará a abordar-se a temática da ecosexualidade, “sobre as questões queer contemporâneas na sua relação com a natureza”, que já tinha sido tema levado pelo Festival Queer este ano a Nice, no âmbito da Temporada Cruzada Portugal-França.

Em nota de imprensa, o festival aponta ainda “uma das mais esperadas sessões” deste ano, com a exibição do documentário brasileiro “Máquina do Desejo – 60 anos do Teatro Oficina”, de Joaquim Castro e Lucas Weglinski, e que contará com a uma conversa com este último realizador.

A sessão de encerramento do Queer Porto será com o filme “Les amours d’Anaïs”, de Charline Bourgeois-Tacquet, protagonizado por Valeria Bruni Tedeschi. Nesta oitava edição, o Queer Porto decorrerá de 29 de novembro a 4 de dezembro e expande-se a novos espaços, nomeadamente o Teatro Helena Sá e Costa, juntando-se ao Teatro Rivoli, Reitoria da Universidade do Porto e Maus Hábitos.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta