Faixa Atual

Título

Artista

Background

Mais de 50 obras de BD com edição estrangeira

Escrito por em 14/09/2022

Cinquenta e cinco livros portugueses ilustrados e de banda desenhada vão ter tradução e edição internacional este ano, com apoio da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), revelou este organismo.

A publicação acontece no âmbito de uma linha de apoio da DGLAB de cerca de 78.000 euros e abrange 32 editores de 18 países, entre os quais Brasil, Canadá, Estados Unidos, Grécia, Israel, Porto Rico e Singapura.

Entre os títulos abrangidos por este apoio está o livro ilustrado “A menina com os olhos ocupados”, que valeu a André Carrilho o Prémio Nacional de Ilustração 2020, com edição prevista no Brasil e na Grécia, e o romance juvenil, ilustrado e em BD, “Mary John”, de Ana Pessoa e Bernardo P. Carvalho, que sai no Canadá.

O álbum ilustrado “Discórdia”, primeira obra da autora brasileira Nani Brunini, vai ter edição nos Estados Unidos, e “Ana e os avós”, de David Rosh Pina e Maria João Raposo Sanches, sairá em Israel.

Há ainda a novela gráfica “Balada para Sophie”, de Filipe Melo e Juan Cavia, que contará com edição na Polónia e no Brasil. O Brasil é o país com o maior número de obras a publicar – 14 -, tanto de BD como de livro ilustrado, entre os quais “História com recadinho”, de Luísa Dacosta, e “Uma estrela”, de Manuel Alegre, ambos ilustrados por Cristina Valadas, e “Andrómeda ou o longo caminho para casa”, de José Burnay, e “Tu és a mulher da minha vida, ela é a mulher dos meus sonhos”, de Pedro Brito e João Fazenda.

A linha de apoio da DGLAB para tradução e edição na área da banda desenhada e livro ilustrado foi criada em 2005 e destina-se a editoras portuguesas e estrangeiras que queiram publicar livros portugueses ilustrados e de BD no estrangeiro. Segundo a DGLAB, desde a criação, foram apoiadas mais de 500 edições, envolvendo um total de 47 países.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta