Faixa Atual

Título

Artista

Background

Quintetango estreiam “Tangente” ao vivo

Escrito por em 26/08/2022

“Tangente”, o disco de estreia do quinteto Quintetango, vai ser apresentado ao vivo, dia 22 de setembro, no auditório do Conservatório de Música de Coimbra, às 21h30.

Em nota enviada à imprensa Quintetango é apresentado como um quinteto de música de câmara que se dedica à interpretação da obra musical do compositor argentino Astor Piazzolla (1921-1992) – o “Nuevo Tango”. O quinteto nasceu em 2016 na continuidade de diversas parcerias artísticas entre os cinco músicos e professores do Conservatório de Música de Coimbra: André Madeira (Guitarra Clássica), Artur Fernandes (Concertina), Catarina Peixinho (Piano), Hugo Brito (Violino) e Miguel Calhaz (Contrabaixo).

Os anos iniciais trouxeram os primeiros concertos, participações em festivais e a aclamação do público. Neste contexto, o grupo avançou para a produção do seu álbum de estreia. As gravações, dirigidas por Gonçalo Santos, que também misturou e masterizou o álbum, foram feitas no Grande Auditório do Conservatório de Música de Coimbra.

Fazem ainda parte do álbum de estreia dos Quintetango três obras que foram regravadas, por Astor Piazzolla e o seu Quinteto Tango Nuevo, nos seus últimos álbuns de estúdio (anos 80) – “Milonga del Angel”, “Soledad” e “Concierto para Quinteto”.

O período que decorreu entre o princípio das gravações, em 2021, e a edição do disco no mês passado, coincidiu com o centenário do nascimento de Astor Piazzolla (11 de março de 1921). Assim se começou a configurar o título para este trabalho: “Tangente” – algo que toca uma linha ou uma superfície num só ponto (no caso a 11 de março); pode ser entendido também como algo que tange, que toca; ou ainda, em linguagem figurada, como único meio que se apresenta para sairmos de uma dificuldade. Interessante ainda a proximidade com a expressão “Tango” sendo, apesar de tudo, duas palavras com raízes etimológicas bem distintas.

 


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta