Faixa Atual

Título

Artista

Background

Figueiró dos Vinhos estreia Festival do Fado

Escrito por em 31/07/2022

Um espetáculo com Camané e Mário Laginha, no dia 5 de agosto, marca o início do novo Festival do Fado de Figueiró dos Vinhos, aposta deste município do distrito de Leiria para reforçar a oferta artística e atrair turistas.
 
Depois de alguns anos em que a Noite de Fado realizada no verão esgotou sucessivamente, a Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos lança este ano o Festival do Fado, que se reparte durante o mês de agosto pela sede do concelho e quatro freguesias. “O fado não é uma oferta artística fácil de encontrar na nossa região. Por isso optámos por reforçar esta oferta, para chegar à nossa população e também para responder a quem nos visita, tanto turistas como emigrantes”, explicou à agência Lusa a vereadora da Cultura de Figueiró dos Vinhos. 

Segundo Marta Brás, “desde a primeira edição [da Noite de Fado] houve muita adesão e interesse”. Em 2021 foi feito um teste, “estendendo a oferta de fado às freguesias”, no âmbito das festas locais.

O resultado foi positivo e, em 2022, o município entendeu dar um passo em frente e assumir o formato festival, “para chegar a um público alargado e transversal”, com concertos na vila sede de concelho mas também às freguesias de Aguda, Arega, Campelo e Bairradas, onde se ouvirá fado com uma identidade e agenda próprias.

Segundo Marta Brás, a vários dias do início do festival, “já percebemos que não conseguimos satisfazer a procura”, porque os 700 lugares (com entrada gratuita) para o espetáculo de Camané e Mário Laginha “estão quase esgotados”, equacionando-se a extensão da lotação. 

O fado é uma aposta que Figueiró dos Vinhos quer manter, reforçando e melhorando o festival nas próximas edições. “Queremos assumir-nos como uma referência nesta oferta”, assume Marta Brás:
“Nunca teremos o fado de Figueiró dos Vinhos, porque não existe. Mas queremos trazer toda esta cultura artística nacional, tão enraizada no nosso país, também aqui a estes nossos concelhos tidos como do interior”. 

Nesta primeira edição do festival, é o fado de Lisboa que está em destaque. O concerto com Camané e Mário Laginha “é aguardado com muita expectativa”, reconhece a vereadora da Cultura, “não só pelo que representa para o fado mas sobretudo pela qualidade que têm os dois músicos”.

“Sabemos que palcos eles têm pisado pelo país e pelo mundo e é com muito orgulho que os teremos cá em Figueiró dos Vinhos”, no dia 05 de agosto, às 21:30, no anfiteatro da Biblioteca Municipal de Figueiró dos Vinhos.

Depois do espetáculo inicial, o festival parte ao encontro de quem está mais distante, nas freguesias, onde “as pessoas gostam de ver dinâmica nas suas aldeias”. “E a população mais idosa adere sobretudo quando a oferta está próxima”, acrescentou a vereadora. 

O fado de Lisboa chega às quatro freguesias cantado por Luís Travassos, acompanhado por Ricardo Silva (guitarra portuguesa) e Ni Ferreirinha (guitarra clássica), em Campelo (07 de agosto), Arega (dia 13), Aguda (dia 14) e Bairradas (dia 20), sempre junto às respetivas igrejas, a partir das 21:30.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta