Faixa Atual

Título

Artista

Background

“Cidade Solitária” junta música e teatro

Escrito por em 27/07/2022

O espetáculo “Cidade Solitária”, que cruza teatro, pintura, música e cinema e parte de obras da escritora britânica Olivia Laing e do poeta Fernando Pessoa, estreia-se na quinta-feira, no Teatro da Garagem, em Lisboa.

“Inspirada pela temática da cidade como um lugar solitário, a criação [de Jéssica Lopes] parte do livro ‘The Lonely City: Adventures in the Art of Being Alone’, de Olivia Laing (2016) e da ‘Obra Completa de Álvaro de Campos’, de Fernando Pessoa”, lê-se no texto da apresentação do espetáculo.

Em “Cidade Solitária”, “à camada autobiográfica” das obras de Olivia Laing e Fernando Pessoa, “acrescentam-se ainda as biografias de artistas que foram, eles próprios, solitários – Edward Hopper, Andy Warhol ou David Wojnarowicz -, bem como da própria encenadora e dos intérpretes que, com ela, dão forma à peça”.

No espetáculo, “uma mulher é abandonada assim que chega a uma cidade desconhecida, Nova Iorque, que podia ser Lisboa ou outra qualquer”. “Ao chegar, depara-se com uma outra cidade paralela, transversal, cósmica até: a Cidade Solitária. Nela mergulha e leva-nos a mergulhar consigo, a sentir e descobrir a cidade, a relacionarmo-nos com as suas vivências e a dos artistas com os quais se identifica. Mas o que é isto de ser-se solitário e de habitar a Cidade Solitária, que agora se revela a partir das suas entranhas e pela vivência dos seus ocupantes?”, lê-se na apresentação.

“Cidade Solitária” cruza teatro, pintura, música e cinema, “amplificando no espectador a experiência do que se passa em palco”. O espetáculo conta com interpretação de Aliu Baio (bateria), Artur Morais (contrabaixo), Bruna Teixeira, Filipe Pinto d’Oliveira, Inês Fernandes, Jéssica Lopes e Luís Dias (saxofone).

A música é da responsabilidade de Aliu Baio, Artur Morais e Luís Dias, e, a cenografia e figurinos, de Irina de Falco. “Cidade Solitária” é a “etapa final do projeto de Mestrado em Encenação”, da Escola Superior de Teatro e Cinema, de Jéssica Lopes. A estreia de “Cidade Solitária” está marcada para as 19:00 de quinta-feira. O espetáculo terá ainda apresentações na sexta-feira, às 21:00, e, no sábado, às 19:00.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta