Faixa Atual

Título

Artista

Background

Filme de Welket Bungué com menção especial em Sheffield

Escrito por em 01/07/2022

O ator e realizador luso-guineense Welket Bungué recebeu uma menção especial no festival de cinema documental de Sheffield, Reino Unido, pelo filme “Calling Cabral”, revelou a organização.

“Calling Cabral” integrava a competição internacional de curtas-metragens, tendo recebido uma menção especial do júri do festival, que terminou na terça-feira. O filme, documental e experimental sobre colonialismo e memória, partiu de uma ideia de Bungué e de Duarte Lima e é dedicado a Amílcar Cabral, tendo sido construído com excertos de discursos do líder político guineense.

Depois de Sheffield, onde teve a estreia mundial, “Calling Cabral” será apresentado em julho em São Paulo, no Brasil, no âmbito da Mostra de Cinemas Africanos. Welket Bungué nasceu na Guiné-Bissau em 1988, cresceu em Portugal, onde se licenciou em teatro, estudou também no Brasil e vive atualmente em Berlim. Tem mais de uma dezena de curtas-metragens enquanto realizador, e trabalha em representação há mais de uma década.

Participou em filmes como “Joaquim”, do brasileiro Marcelo Gomes, “Cartas da guerra”, de Ivo Ferreira, e “Berlin Alexanderplatz”, do realizador alemão Burhan Qurbani, que lhe valeu um prémio de representação em 2020 no Festival Internacional de Cinema de Estocolmo.

Entre os filmes mais recentes nos quais participou como ator contam-se “A viagem de Pedro”, de Laís Bodanzky, “Mistida”, de Falcão Nhaga, e “Crimes of the future”, de David Cronenberg.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta