Faixa Atual

Título

Artista

Background

Artistas dos Açores apresentam “Arte Viva”

Escrito por em 01/07/2022

Um grupo de artistas que vive e trabalha em São Miguel, nos Açores, vai voltar a sair à rua, sábado, no âmbito do projeto “Arte Viva”, dois anos após o início da pandemia de covid-19.

O artista Martim Cymbron, da organização do evento, recorda que os artistas “disponibilizam-se para trabalhar ao vivo, trazendo a arte para os espaços públicos da cidade”.

Martim Cymbron, em declarações à Lusa, salvaguarda que, “durante o serão, quem passar pelas Portas do Mar, em Ponta Delgada, poderá ver os artistas em ação, assistir às várias fases de preparação de cada uma das obras, colocar questões e satisfazer curiosidades”.

“Será interessante para o público apreciar o longo e complexo trabalho de criação onde diferentes artistas concretizam na tela as suas próprias ideias e as várias fases que nela são fixadas”, afirma o artista.

O projeto “Arte Viva” resulta de um grupo de artistas composto por pintores e escultores que “têm como principal objetivo mostrar o seu potencial diretamente ao público através das obras que pintam”, ‘in loco’, sendo que “existe uma troca de ideias entre si, explorando novos conceitos artísticos”.

Participam na iniciativa os artistas Andreia Sousa, Carlos Pins, Erica, Érica Medeiros, Ivo Baptista, João Sousa, Marc Garcia e Martim Cymbron, para além de Michael Hudec, Pedro Sousa, Yves Dacouster, Raquel Alvernaz, Sara Batista, Sara Rocha, Sotero, Tina Âmbar, Verónica Melo e Xavier Ramos.

A iniciativa tem vindo a despertar nas edições anteriores a curiosidade da população local que adere, curiosa, ao processo criativo dos artistas, com os quais interage para perceber melhor o processo criativo.

Além dos artistas residentes, juntam-se à iniciativa os estudantes açorianos de belas artes que estudam no exterior da região, que trocam experiências com os locais. A iniciativa desperta ainda a curiosidade dos turistas que circulam em Ponta Delgada.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta