Faixa Atual

Título

Artista

Background

Festival Made in Africa no Porto cancelado

Escrito por em 21/06/2022

O festival Trace Made in Africa, que deveria acontecer entre sexta-feira e domingo no Porto, foi cancelado, anunciou a organização, que é a mesma do LGBT+ Music Festival, previsto para julho também no Porto e cancelado na segunda-feira.

“É com verdadeira devastação que não podemos prosseguir com quaisquer atividades no fim de semana, devido a uma série de dificuldades logísticas que enfrentámos”, lê-se num comunicado hoje divulgado nas páginas oficiais do festival nas redes sociais.

A organização pede “desculpa pela demora”, justificando com a necessidade de ter necessitado de “algum tempo para explorar todas as opções antes de chegar a esta decisão de partir o coração”.

Entre os vários problemas que enfrentou, a organização revela ter perdido o parceiro de media, o canal de televisão Trace. Por causa disso, no comunicado o nome do festival aparece só como Made in Africa.

A organização partilha uma ligação, através da qual as pessoas que têm bilhete podem requerer o reembolso dos mesmos. Além disso, é também disponibilizado um email (hello@madeinafricaexperience.com) para quem tiver questões para a organização.

O cartaz do festival “afro-urbano, de música, moda dança e arte” incluía, entre outros, C4 Pedro, Sauti Sol, Stonebwoy, Admiral T, Naza, NSG, Fally Ipupa, Kriol Kings e Fireboy DML.

A organização do festival estava a cargo da empresa Apollon, a mesma por trás do LGBT+ Music Festival, marcado para o início de julho, também no Porto, e cujo cancelamento foi anunciado na segunda-feira.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta