Faixa Atual

Título

Artista

Background

Museu da Covilhã é o museu português do ano

Escrito por em 27/05/2022

O Museu Municipal da Covilhã, no distrito de Castelo Branco, foi hoje distinguido com o Prémio Museu do Ano 2022, atribuído pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), anunciou esta organização, numa cerimónia realizada na Amadora.

O galardão foi anunciado durante uma cerimónia realizada no auditório da Academia Militar, na Amadora, numa parceria com o Museu Militar de Lisboa. Na ocasião, foi apresentado o palmarés composto por 32 prémios relativos ao ano anterior, atribuídos a museus, projetos, boas práticas, profissionais e diversas atividades desenvolvidas no setor, em todo o país.

O novo Museu Municipal da Covilhã era um dos dois finalistas que concorriam ao prémio principal do palmarés da APOM, a par do Museu Municipal de Lagos – Museu Dr. José Formosinho, no distrito de Faro.

Inaugurado em agosto de 2021, num edifício histórico que foi alvo de intervenções para resolver problemas estruturais e de acessibilidade, o Museu Municipal da Covilhã acolhe a representação do património cultural de todas as épocas de ocupação daquele território.

O presidente da APOM, João Neto, indicou à jornalista Ana Goulão, da Lusa, que o júri, composto pelos membros dos órgãos sociais da entidade, recebeu este ano cerca de 270 projetos candidatos, provenientes de todo o país.

Na eleição do Museu Municipal da Covilhã para Museu do Ano pesou a “grande aposta na inclusão, com vários aspetos de adaptação do novo museu ao acolhimento dos públicos com limitações a vários níveis”, e que esta vertente “foi diferenciadora” para atribuir a distinção máxima.

O Prémio Museu do Ano é uma das principais distinções atribuídas pela APOM, num total, este ano, de 32 categorias a concurso, que distinguem, entre outras áreas, a melhor intervenção e restauro, o melhor catálogo, a melhor exposição, mecenato e projeto museográfico.

A edição deste ano distinguiu, como museólogos do ano, Alexandra Campos, Duarte Melo, Manuel Francisco Costa Pereira, Joana Sousa Monteiro, José Gameiro e Luísa Penalva. No ano passado, o prémio Museu do Ano foi para a Casa Fernando Pessoa, dedicada à vida e obra do poeta, em Lisboa.

Museu português do ano aposta em conteúdos inclusivos e sensoriais

O Museu Municipal da Covilhã, que foi hoje distinguido com o Prémio Museu do Ano 2022, resulta de um investimento de cerca 200 mil euros e distingue-se pela aposta em conteúdos inclusivos e sensoriais.

Localizado no centro da cidade, o espaço foi totalmente renovado e abriu portas ao público no verão passado, dando assim uma nova vida a um edifício histórico da cidade, que foi projetado pelo arquiteto Ernesto Korrodi e cuja fachada se destaca pelo trabalho de cantaria e pela decoração em azulejos com temas alusivos ao comércio e aos Descobrimentos.

Lá dentro, os conteúdos permitem fazer uma viagem pelo passado do concelho da Covilhã, através das diferentes épocas de ocupação do território e com recursos “variados, acessíveis e inclusivos”, como destacou a autarquia na altura da inauguração das obras de requalificação.

Além das peças, objetos, textos, fotografias, ilustrações, maquetes e cenografias, o visitante também tem ao dispor audiovisuais, textos em braille, réplicas e imagens táteis, bem como audiodescrição ou legendagem e interpretação em língua gestual portuguesa.

“O espaço apresenta uma organização cronológica dos conteúdos, distribuídos por diferentes pisos: da Pré-história à Romanização (piso 3), Idade Média e Moderna (piso 2), Época Contemporânea (piso 1) e uma visão global da história da cidade e uma reflexão sobre o futuro, com recurso a interativos (piso 0)”, tal como detalhou este município liderado por Vítor Pereira, na apresentação do projeto.

O museu também está capacitado para acolher exposições, palestras, concertos ou outras atividades e serve ainda como ponto de partida para grupos e visitas guiadas na cidade. Além disso, no âmbito do projeto de descentralização da arte desenvolvido pelo Novo Banco Cultura, também tem expostas ao público cinco obras portuguesas do século XX, da autoria de Eduardo Malta, Maria Helena Vieira da Silva, Arpad Szenes, Júlio Resende e Malangatana.

O galardão Museu do ano é atribuído pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM) e foi hoje anunciado numa cerimónia realizada na Amadora. O presidente da APOM, João Neto, indicou à agência Lusa que o júri, composto pelos membros dos órgãos sociais da entidade, recebeu este ano cerca de 270 projetos candidatos, provenientes de todo o país.

Na eleição do Museu Municipal da Covilhã para Museu do Ano pesou a “grande aposta na inclusão, com vários aspetos de adaptação do novo museu ao acolhimento dos públicos com limitações a vários níveis”, e que esta vertente “foi diferenciadora” para atribuir a distinção máxima.

O Prémio Museu do Ano é uma das principais distinções atribuídas pela APOM, num total, este ano, de 32 categorias a concurso, que distinguem, entre outras áreas, a melhor intervenção e restauro, o melhor catálogo, a melhor exposição, mecenato e projeto museográfico. No ano passado, o prémio Museu do Ano foi para a Casa Fernando Pessoa, dedicada à vida e obra do poeta, em Lisboa.

A lista completa dos vencedores é a seguinte:

– Prémio Museu do Ano 2022
Museu Municipal da Covilhã

– Menção Honrosa
Museu Municipal de Lagos

– Prémio Comunicação ‘Online’
Museu da Comunidade Concelhia da Batalha – ‘Site’ com recursos multiformato em repositório multimédia inclusivo

– Menção Honrosa
Museu de Marinha – Exposição “Fuzileiros 400 anos”
Museu Municipal de Faro – Visita virtual ao museu
Museu Quinta das Cruzes – Ciclo sessões virtuais – Um olhar aumentado

– Prémio Inovação e Criatividade
Rota do Românico – Projeto “Cuidadores do Património”
Museu Calouste Gulbenkian – Exposição “Mulheres: navegando entre a presença e a ausência”

– Menção Honrosa
Museu Municipal de Palmela – maleta Pedagógica Hermenegildo Capelo
Museu 2 Rodas
Museu de Lamego – Concurso Escolar de Escrita Criativa Estórias (Im)prováveis

– Prémio Aplicação de Gestão e Multimédia
Museu da Memória de Matosinhos
Museu de Arqueologia e Etnografia António Tomás Pires

– Menção Honrosa
Museu 2 Rodas
Museu do Centro Hospitalar do Porto – Hospital Santo António 360
Conhecer 250 anos de História e Património
Museu Quinta de Santiago – “Exposição 25 anos depois… Coleção de Arte Municipal 1995-2020”

– Prémio Filme
Museu do Ciclismo Joaquim Agostinho – “O par perfeito – Recordar Joaquim Agostinho. Celebrar a Bicicleta”
Museu do Caramulo – Abel Lacerda: O colecionador utópico e coleções de sonho”

– Menção honrosa
Museu da Covilhã – “O tesouro da Borralheira”

– Prémio marketing e merchandising cultural
Museu de Leiria – Avenida Cultural – Cidade de Leiria: Tamanho e Desenho

– Menção Honrosa
Centro de Interpretação da Batalha do Vimieiro – Jogo Napoleão Bonaparte – O Princípio do Fim
Museu do Ar – Loja Aeronáutica

– Prémio Transporte de Património
Museu Nacional de Arqueologia – Exposição “Ídolos: Olhares Milenares”
Palácio Nacional da Ajuda – “D. Maria II – de Princesa brasileira a Rainha de Portugal 1819-1853”

– Menção Honrosa
Núcleo Museológico do Concelho de Viana do Alentejo – Transporte de Pelourinho e de Estela-menir para o Núcleo Museológico do Concelho de Viana do Castelo

– Prémio Atividade Escolar Complementar
Escola Básica 2,3 Delfim Santos, Lisboa
Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa, Faro

– Prémio trabalho jornalístico
Fernando Alves – TSF – “Sinais”
Isabel Salema, Lucinda Canelas e Sérgio Andrade – Jornal Público – “Património: Há uma geração de conservadores a reformar-se e não há quem lhes suceda”
Dina Aguiar – RTP – “Portugal em Direto”

– Prémio Fotografia do Património
Carlos Silva – Câmara Municipal de Belmonte

– Menção Honrosa
Museu Marítimo de Sesimbra
Carlos Godinho

– Prémio Estudo sobre Museologia
Anabela Magalhães – Faculdade de Letras da universidade do Porto – Modelo de Registo de Dados para Coleções de História Natural

– Prémio Informação Turística
Museu Municipal de Vila Franca de Xira – Projeto de Realidade Virtual

– Menção Honrosa
Museu da Covilhã – “Um Museu de e para o Território”

– Prémio Mecenato
Museu do Caramulo
Fidelidade Companhia de Seguros
Gialmar – Produtos Alimentares
Grupo Nors
Ecostel
ACP – Automóvel Clube de Portugal
Douro Interior
Jorge Welsh Works of Art
Fundação Gaudium Magnum Maria e João Cortez de Lobão
Fundação António Braz
Prémio BPI Fundação La Caixa

– Prémio Parceria
Secretaria Regional de Turismo e Cultura – Direção Regional da Cultura – Direção de Serviços de Museus e Centros Culturais – Comemorações do Centenário do Nascimento de António Gedeão 2021

– Menção Honrosa
Centro Interpretativo do Património da Afurada – “Os Santos D´Afurada. Arte, Devocão e Comunidade”
Museu Nacional Machado de Castro – Saber do Museu e dos Outros
Museu da Quinta das Cruzes – Um olhar Aumentado

– Prémio Intervenção em Conservação e Restauro
Secretaria Regional de Turismo e Cultura – Direção Regional da Cultura – Direção de Serviços de Museus e Centros Culturais – Conservação e Restauro dos Tetos Mudéjares da Sé do Funchal
Museu de Santa Maria de Lamas – Restauro ao Vivo

– Menção Honrosa
Museu da Horta – “Resgatar a Dignidade de uma História. A Figura de proa da Casa do Pilar”

– Prémio projeto de educação e mediação cultural
Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado – Projeto educativo “Fungagá das Artes”
Museu Municipal Carlos Reis – Por este Rio Acima
Museu Nacional Ferroviário – Projeto “Welcome All”

– Menção Honrosa
Mudas – Museu de Arte Contemporânea da Madeira
Museu de Leiria – “Plástico com ritmo”
Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo – “Desenho de uma Programação e Mediação Inspiradora”

– Prémio organismo internacional
Associação Espanhola de Museólogos
Europa Nostra
Centro Nacional de Cultura

– Prémio Coleção Visitável
Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros

– Menção Honrosa
Museu do Traje de Viana do Castelo – Sala do Ouro
Museu de Arqueologia de Alvalade – “Memórias da Terrsa, das águas e dos povos”.

– Prémio Personalidade do Ano na área da Museologia
Ana Eiró, Ana Isabel Santos, Elisa Pinheiro, Fátima Macedo, José Alberto Seabra Carvalho, José Alvarez, Lilia Esteves, Luís Raposo, Mário Pereira, Sara Silva

– Prémio Conferências
Direção-Geral do Património Cultural – Conferência Digital Museus e Responsabilidade Social – Participação, Redes e Parcerias
Conferência Europeia de Humanidades – International Council for Philosophy and Human Sciences (CIPSH) – “The Portuguese Foundation for Science and Technology (FCT) and UNESCO Social and Human Sciences Programme
Fundação Calouste Gulbenkian – Escola de Verão do Museu Calouste Gulbenkian
Reitoria da Universidade do Porto – “University and Culture”
Direção de História e Cultura Militar – 1.º Ciclo Promocional de Conferências da Museologia e do Património Cultural Militar de Portugal e do Brasil – Vitor Serrão, Henrique Leitão e David Felismino

– Prémio Trabalho de Museologia
Direção-Geral do Património Cultural – Revista Museus, Coleções e Narrativas

– Prémio trabalho de museografia
Centro Interpretativo do Cante Alentejano
Museu Nacional de Arqueologia – Exposição “Ídolos: Olhares Milenares”

– Menção Honrosa
Museu do Ciclismo Joaquim Agostinho
Centro Interpretativo do Barco Rabelo
Museu de Arqueologia e Etnografia António Tomás Pires

– Prémio Projeto Internacional
Museu Nacional de Arqueologia – Exposição “Ídolos: Olhares Milenares”
Museu Marítimo de Sesimbra – Criação do Centro Nacional Costeiro

– Menção Honrosa
Museu Nacional da Música – “Le Cistre Portugais – Temporada Cruzada Portugal-França”

– Prémio Museólogo do Ano
Alexandra Campos, Duarte Melo, Manuel Francisco Costa Pereira, Joana Sousa Monteiro, José Gameiro e Luísa Penalva

– Prémio Investigação
Câmara Municipal de Lisboa – Projeto “Hospital Real de Todos os Santos – Lisboa e a Saúde”
Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado – “Francis Smith em Busca do Tempo Perdido”

– Menção Honrosa
Museu de Sesimbra – Revista Akba Barbarion – “Sesimbra, cultura e património” número 5
Museu Marítimo de Ílhavo – “Chora e Feijão Assado”

– Prémio Cooperação Internacional
Embaixada de Espanha
Embaixada da Noruega

– Prémio Colecionador
Lopo Maria Martins de Castro Feijó

– Prémio Incorporação
Direção Regional de Cultura do Alentejo – Conjunto de Esculturas Flores – “Homenagem a Mapplethorpe”
Museu da Baleia da madeira – “O lixo marinho ataca”
Museu Marítimo de Ìlhavo – Depósito de bens culturais da Igreja Paroquial de Ìlhavo

– Menção Honrosa
Museu de Angra do Heroísmo – Doação da Coleção de Moedas de Luís Filipe Thomaz ao Museu de Angra do Heroísmo
Museu de Lamego – Carta do Bispo de Lamego João camelo (1506) – Manuscrito em pergaminho
Museu Nacional Grão Vasco – “Um fio invisível. Coleção Dr. Ernesto pais de Almeida”
Museo do Neo-Realismo – Coleção Internacional de Fotografia – “A Família Humana”

– Prémio Catálogo
Museu Nacional de Arqueologia – “ídolos olhares milenares”
Museu Diocesano de Santarém – “Catedral e Museu diocesano de Santarém”

– Menção Honrosa
Museu de Artes Decorativas de Viana do Castelo – “Estuques e Estucadores de Viana do Castelo: Entre o passado e o futuro”
Museu Municipal de Faro – “Cinema em cartaz – Cartazes de cinema da Coleção de Joaquim António Viegas”

– Prémio Exposição Temporária
Casa da Cerca – “Aprendemos juntos com o Herbário Criativo”
Palácio Nacional da Ajuda – “D. Maria II de princesa brasileira a Rainha de Portugal 1819-1853”
Museu do Santuário de Fátima – “Os rostos de Fátima – Fisionomias de uma paisagem espiritual”

– Menção Honrosa
Museu de Santa Maria de Lamas – “Living among whats Left behind”
Museu Marítimo de Sesimbra – “A caçada e o sudário: Alertar para a preservação dos oceanos através da arte”

– Prémio Instituição
Marinha Portuguesa
Exército Português
Força Aérea Portuguesa

– In Memoriam
Maria Teresa Gomes Ferreira
João Mendes Rosa


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta