Faixa Atual

Título

Artista

Background

Imaginarius: Companhia ucraniana perdeu contacto com atores

Escrito por em 03/05/2022

A direção do Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira revelou hoje que teve de substituir a companhia ucraniana contratada para a edição de 2022, por essa ter perdido contacto com os respetivos elementos.

Na conferência de imprensa para apresentação do evento que irá decorrer nesse concelho do distrito de Aveiro de 26 a 29 de maio, o presidente da autarquia – que é a entidade que organiza o festival orçado em 263.000 euros – atribuiu a situação às circunstâncias da guerra entre a Ucrânia e a Rússia.

“Estava contratada uma companhia ucraniana, mas não sabemos bem onde os seus elementos andam porque, a certa altura, deixou de haver ‘feedback’”, declarou Emídio Sousa. A gestora do projeto Imaginarius, Telma Luís, adiantou à Lusa que a companhia em causa é a Theatre of Beautiful Flowers (expressão traduzível por “Teatro das Flores Bonitas”) e que o último contacto com a responsável Olinda Khalina, a partir da cidade de Kharkov, se verificou cerca de uma semana após a invasão da Ucrânia.

“Nessa altura ela já nos explicou que não estava a conseguir contactar com os outros elementos da companhia – os homens, que estavam proibidos de sair do país para poderem integrar o Exército”, explica.

A companhia foi entretanto substituída por outro coletivo, mas Gil Ferreira, vereador da Cultura e diretor-executivo do Imaginarius, assumiu hoje o compromisso de reprogramar os artistas ucranianos numa próxima edição do Imaginarius, logo que a situação no seu país e as suas circunstâncias pessoais o permitam.

O espetáculo que iria fazer parte da 21.ª edição do evento intitulava-se “WTFun Show” e seria exibido em estreia nacional, cruzando teatro cómico, dança e manipulação de objetos. O registo seria o do “futurismo funk”, género teatral sem palavras em que a companhia se diz precursora.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta