Faixa Atual

Título

Artista

Background

Encontros Cinematográficos no Fundão a partir de dia 11

Escrito por em 03/05/2022

O Fundão vai receber, do dia 11 ao dia 15, mais uma edição dos “Encontros Cinematográficos”, com exibição de filmes e apresentação do último trabalho de Sam Peckinpah, além da reunião entre participantes e comunidade.

Em nota de imprensa enviada à imprensa, a organização destacou que esta iniciativa “tem vindo a consolidar-se nacional e internacionalmente” e que nesta edição apresenta uma retrospetiva do realizador norte-americano Sam Peckinpah, bem como o ciclo “Guerra e Paz”.

Segundo o referido, entre os destaques está a estreia, no Fundão, de “O Fim-de-Semana de Osterman – Director’s Cut#”, o último filme do realizador, que será exibido no dia 11, às 21:30.

“Acrescentam-se as estreias dos documentários ‘Passion & Poetry: The Ballad of Sam Peckinpah’ e ‘Sam’s final cut’, do realizador e historiador Mike Siegel, que tem dedicado grande parte da sua vida ao legado de Sam Peckinpah e que estará presente no Fundão para acompanhar esta retrospetiva”.

No dia 13, haverá um concerto de celebração da vida e obra de Peckinpah, com a participação de vários músicos, “La Golondrina e a Quadrilha Selvagem”, no Moto Clube Os Trinca-Cereja, na rua da Cale, a partir das 23:00.

Também no dia 13, às 21:30, será lançado o livro “Vaivém”, de Helena Almeida, na Biblioteca Municipal Eugénio de Andrade. No âmbito do ciclo “Guerra e Paz”, está agendada a inauguração da exposição coletiva “Templo de Amor em Tempos de Guerra”, no dia 15, às 11:00, na Casa Vermelha, na rua da Cale, com trabalhos de artistas ucranianos e portugueses unidos na mesma luta e esperança: Alina Rubel, Anna Kramar, Casca, Gabriel AV, Halyna Katiukha, Ivan Romanenko, Pedro Leitão, Polina Krykunova, Rosa Martins, Vira Krykunova, Yulia Diadiura e Zina.

Durante a tarde, n’ A Moagem, decorrem as projeções de filmes “Cross of Iron – A Grande Batalha” (15:00), de Peckinpah; “Paz” (18:00), de Marta Ramos e José Oliveira, e “Três Camaradas” (21:30), de Frank Borzage, com a apresentação do escritor espanhol Miguel Marías.

A organização deste evento é da Associação ARS e do Município do Fundão, com a colaboração da Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, do Cineclube Gardunha, do Cineclube da Guarda, do Jornal do Fundão e do Canto Redondo.

A entrada é livre para todas as sessões e encontros, recomendando-se a marcação prévia através do ‘email’ bilheteira.cultura.cmfundao@gmail.com.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta