Faixa Atual

Título

Artista

Background

Walk & Dance arranca com FBAC e Throes + The Shine

Escrito por em 14/04/2022

O festival Walk & Dance vai regressar a Freamunde, no concelho de Paços de Ferreira, com 18 momentos de artistas nacionais e locais.

A 7.ª edição do projeto realiza-se em quatro palcos, com 16 atuações musicais e duas instalações “todas 100% nacionais”, disse à Lusa um dos responsáveis da organização, na semana passada.

O cartaz deste ano conta com as atuações de Mão Morta, Linda Martini, B Fachada, Conjunto Corona e Throes + The Shine, entre outros atos nacionais, mas também de bandas locais.

Hoje, a partir das 21:45, atuam Feral, First Breath After Coma, Throes + The Shine, para além de João Moura, já às 01:15 de sexta-feira. A edição de 2022 marca o regresso do evento cultural na altura da Páscoa, depois de ter sido cancelado, em 2020, e adiado para novembro, em 2021, devido à pandemia da covid-19.

“Por um lado, tentamos fugir ao período de maior concentração deste tipo de eventos, nomeadamente no verão, mas também visamos os estudantes locais, que nesta altura regressam a casa e terão aqui algo a que assistir, nas férias da Páscoa”, afirmou Zetó Silva, da Associação New Party Makers.

O organizador adiantou, ainda, que o festival tem suscitado o interesse de um público cada vez mais de “fora da terra”, nos últimos anos. “Basta dizer que este ano já esgotaram os passes gerais [três dias] e estamos com 60% dos passes diários vendidos. Há, de facto, uma procura crescente de público de outros locais da região”, frisou.

Zetó Silva adiantou que, desde o primeiro evento, a organização faz questão de se focar no talento local, para indicar aos artistas que têm um palco onde se podem mostrar “e partilhar experiências com músicos mais experientes”.

“É importante, para nós, que essa partilha exista”, sublinhou, acrescentando que na atual edição do Walk & Dance está prevista a atuação de três bandas locais. O Walk & Dance contará, ainda, com uma exposição do pintor vimaranense Luís Canário Rocha, que foi inaugurada no passado sábado, na Casa da Cultura de Freamunde, e um projeto de arte urbana, no sábado, pelo duo de grafiteiros Ruído.

O Festival Iberium Cafés Walk & Dance terá como palcos os auditórios da Associação Socorros Mútuos Freamundense, da Casa da Cultura de Freamunde, o café-concerto Espaço A e espaços montados na Praça 1º de Maio.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta