Faixa Atual

Título

Artista

Background

Senel Paz recebe prémio Ernest Hemingway

Escrito por em 14/04/2022

O escritor e argumentista cubano Senel Paz recebeu na quarta-feira, em Havana, o prémio Ernest Hemingway de literatura em língua espanhola, atribuído em 2020 nos Estados Unidos, cuja apresentação foi adiada devido à covid-19.

O fundador e presidente do Movimento Literário Histórico Internacional, com sede nos EUA, Alfredo Ballester, entregou o prémio a Senel Paz, numa cerimónia realizada no museu Finca Vigía, que foi durante mais de 20 anos a residência temporária em Cuba do famoso romancista norte-americano Ernest Hemingway.

“É uma grande satisfação receber este prémio com o nome de um escritor tão importante na história de Cuba, por causa da amizade e afeto por Cuba, e com grande influência na literatura da ilha”, declarou o escritor cubano, na cerimónia.

Senel Paz, autor do conto “El lobo, el bosque y el hombre nuevo” [“O lobo, o bosque e o homem novo”], no qual baseou o argumento para o conhecido filme cubano “Fresa y Chocolate” [“Morango e chocolate”], foi galardoado com o prémio Hemingway pela carreira na literatura e nas artes em geral.

O anúncio foi feito em 2020, durante o 18.º Colóquio Internacional, realizado na capital cubana, que assinalou o 60.º aniversário da morte de Hemingway, autor de obras como “Por quem os sinos dobram”, “Fiesta” e “O Velho e o Mar”.

As obras literárias de Paz incluem “El ciel com Diamante” [“No céu com diamantes”] (2007), “No le digas que la quieres” (2004) e “El rey en el jardín” (1983). Distinguido com o prémio do Cinema de Cuba em 2020, Senel Paz foi também o argumentista de outros filmes cubanos emblemáticos como “Una novia para David” e “Adorables mentiras”, e trabalhou como professor e consultor em dramaturgia cinematográfica em Cuba e no estrangeiro.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta