Faixa Atual

Título

Artista

Background

Rivalidade e expressão internacional do dérbi de Lisboa em documentário

Escrito por em 14/04/2022

A “rivalidade e expressão internacional” dos dérbis entre Sporting e Benfica são a base do documentário “The Lisbon Derby”, disse hoje à Lusa o realizador Carlos Miranda, responsável pelo trabalho disponível na nova plataforma digital gratuita ‘FIFA+’.

A produção, com uma duração de cerca de 12 minutos, foi lançada esta semana na estreia da plataforma de conteúdos da FIFA e faz parte de uma série de filmes de curta duração, a “Creator Network”, que “pretende dar uma visão mundial de diversos fenómenos futebolísticos”.

O objetivo deste trabalho é, portanto, “dar também uma visão do dérbi para fora”, ou seja, “para adeptos de fora de Portugal e até da Europa”, com a finalidade de que estes percebam “a expressão do maior dérbi português”, explicou Carlos Miranda.

“O grande foco é a rivalidade e a expressão nacional e até internacional, por via da diáspora e da história colonial portuguesa, que este jogo tem mundialmente. Depois, o ambiente, a paixão e a intensidade que se vive não só no dia, mas também nas horas e dias antes do jogo em si”, apontou o realizador.

Nesse sentido, foram entrevistados antigos jogadores de ambos os clubes, assim como “adeptos dois lados, uns mais conhecidos no meio mediático, outros menos”, assim como um historiador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, Nuno Domingos, que também “faz investigação sobre futebol”.

No lado ‘encarnado’, foram ouvidos testemunhos do comentador da BTV, João Gonçalves, e do autor do ‘podcast’ Benfica FM, Filipe Inglês, enquanto o lado ‘verde e branco’ contou com depoimentos do jornalista Rui Miguel Tovar e de um elemento da claque Directivo XXI, Luís Piedade.

Entre os antigos jogadores, Oceano Cruz fala dos dérbis vividos no lado do Sporting, enquanto a escolha de Simão Sabrosa para representar o Benfica nesta produção não foi ‘inocente’.

“A participação do Simão Sabrosa tem essa intencionalidade de lembrar a questão das trocas de jogadores de um clube para o outro, que gera sempre um sentimento de traição entre os adeptos, apesar de serem cada vez mais normais a nível internacional”, admitiu Carlos Miranda.

Essas mudanças e o sentimento que geram em ambos os lados da ‘segunda circular’ de Lisboa são, pois, um tema incontornável, até porque são um fenómeno que “está ligado a um dos primeiros dérbis entre Sporting e Benfica”, que envolveu “a troca de sete jogadores” porque os ‘leões’ ofereciam “melhores condições”.

“A ideia foi dar uma visão da história, os jogos mais memoráveis para cada um dos lados e histórias em geral para, dentro da limitação de tempo desta série, onde todos os conteúdos têm menos de 15 minutos, quem não conhece poder ficar a perceber uma das rivalidades mais antigas que existe no mundo, já com mais de 300 jogos disputados”, acrescentou.

Trata-se, ainda, de “uma forma interessante de espelhar o futebol português, uma vez que “este acaba por ser o seu jogo mais representativo, apesar da ascensão do FC Porto nos últimos anos”.

“Há muitos confrontos como este a nível internacional e nem sempre lhe é dada relevância devida. O público deste documentário vai acabar por ser mais internacional e penso que será um bom cartão-de-visita para o futebol português”, concluiu Carlos Miranda.

Além do “The Lisbon Derby”, o realizador Carlos Miranda ‘assinou’ também trabalhos como “Maestro Rui Costa – Filho Pródigo do Benfica”, para o canal inglês Copa90, no ano passado, e “24 Memórias por Segundo”, que estreou em 2019 no festival Doc Fortnight, do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque.

“The Lisbon Derby” é o terceiro de cinco episódios sobre diversos fenómenos futebolísticos mundiais, que inclui trabalhos sobre a evolução da cultura de adepto na Major League Soccer, nos EUA, e a história da criação do Glasgow FC, em 1998, o maior clube de futebol feminino da Escócia.

A “incrível relação dos adeptos argelinos com a seleção do seu país” e uma ‘viagem’ ao interior da primeira final da Liga dos Campeões Africana de futebol feminino são outros temas abordados na série “Creator Network” da ‘FIFA+’, que deverá estrear novos conteúdos “brevemente”.

A ‘FIFA+’ é uma plataforma digital gratuita para transmissão de jogos de diversas ligas em direto, acesso ao arquivo internacional desde 1950, bem como a estatísticas e conteúdos originais em vídeo, lançada na terça-feira pelo organismo que superintende o futebol mundial.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta