Faixa Atual

Título

Artista

Background

Arraial Cósmico e Odete vencem Antecipar o Futuro

Escrito por em 13/04/2022

A Associação Cultural Arraial Cósmico e a produtora e performer Odete venceram a primeira edição do programa Antecipar o Futuro, desenvolvido pelo Teatro Nacional D. Maria II, com a NTT DATA e O Espaço do Tempo.

Odete e a associação Arraial Cósmico conquistaram as duas bolsas do programa, respetivamente, com os projetos “ATLÂNTIDA (título provisório)” e “Cosmic Phase/Stage”, e deverão “apresentar publicamente as suas pesquisas” em setembro deste ano, no TNDM, no âmbito da mostra Antecipar o Futuro, “programa de cultura contemporânea, dedicado ao pensamento, à política, à tecnologia e à arte que há de vir”, segundo o teatro nacional.

“ATLÂNTIDA (título provisório)”, da performer, produtora e DJ Odete, segundo a apresentação do projeto, “é uma investigação que parte da História, tecendo ‘especulações arqueológicas’ (entre outras coisas, sobre a lendária civilização perdida descrita por Platão), com o objetivo de compor possibilidades de futuro.

No ano passado, Odete venceu a primeira edição do RExFORM, projeto internacional de performance, para a criação artística contemporânea, promovido pelo Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT) e a BoCA – Bienal de Arte Contemporânea.

“Cosmic Phase/Stage”, da associação Arraial Cósmico, por seu lado, apresenta-se como um projeto que pretende refletir sobre o campo ‘more than humans’ e sobre as suas geografias/espaços de habitação no contexto da experiência performativa”, descreve o comunicado do TNDM.

Os dois projetos vencedores receberão, cada um, uma bolsa no valor de sete mil euros, destinada a residências artísticas a decorrer n’O Espaço do Tempo, em Montemor-o-Novo, em junho e julho deste ano.

Além do valor pecuniário, os projetos apoiados terão ainda acesso ao pagamento de despesas de transporte, alojamento e alimentação para um máximo de cinco participantes por residência.

“Com este formato, pretende-se proporcionar aos artistas um espaço físico e temporal para o pensamento e a reflexão, sem a obrigatoriedade de criação e apresentação de um espetáculo”, lê-se no comunicado do TNDM.

“Antecipar o Futuro é um programa de residências artísticas que tem como objetivo apoiar o desenvolvimento de projetos de investigação de jovens artistas e suprir uma lacuna importante no setor – a carência de apoios para pesquisa e investigação, motor fundamental dos processos de inovação e renovação”, defende o teatro nacional.

A primeira edição de Antecipar o Futuro, aberto em fevereiro deste ano, recebeu 43 candidaturas, sob o tema “A casa”. O júri, composto pelo diretor artístico do TNDM, Pedro Penim, e pelo diretor artístico d’O Espaço do Tempo, Rui Horta, selecionou cinco destes candidatos para entrevistas, a partir das quais foram eleitos os dois projetos vencedores, conclui o comunicado do teatro nacional. Este projeto é desenvolvido com a colaboração da consultora de tecnologia NTT Data.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta