Faixa Atual

Título

Artista

Background

Coimbra retoma visitas temáticas e guiadas

Escrito por em 05/04/2022

A Câmara de Coimbra vai retomar as visitas temáticas e guiadas em regime presencial, propondo cerca de 40 percursos, que, até final do ano, prometem destacar a cultura e a história da cidade.

Em comunicado, a autarquia de Coimbra informou hoje que a programação regular de visitas guiadas presenciais, com guias intérpretes credenciados, arranca quinta-feira, após um interregno devido à situação pandémica.

A primeira visita é dedicada a “São Teotónio, primeiro Santo de Portugal”, partindo da entrada dos Paços do Concelho (Praça 8 de Maio) e desenvolvimento no Mosteiro de Santa Cruz, com destaque para a Capela-mor, Capela São Teotónio e Santuário.

“A visita vai explorar a vida do santo português, primeiro prior da grande casa monástica de Coimbra, intimamente ligada à história da cidade e à formação de Portugal. A visita abarca a cultura e a visão de um legado patrimonial pouco conhecido e raramente associado à cidade, contribuindo para um conhecimento mais abrangente da cidade com o mundo espiritual, e para o caráter intelectual e geográfico de Coimbra, para o enriquecimento da história universal”, referiu.

De acordo com o Município, para além de promover e divulgar a história e a cultura locais, estas visitas visam ainda dar a conhecer o património edificado, natural e imaterial existente em Coimbra.

O acesso às visitas é gratuito, mediante inscrição prévia, através do telefone 239702630 (Divisão de Cultura e Promoção Turística) ou presencialmente, junto da receção da Casa Municipal da Cultura (Rua Pedro Monteiro).

As visitas decorrem com um mínimo de seis e um máximo de 25 inscritos, sendo obrigatório o uso de máscara. José Saramago (19 de abril, 19 de maio, 28 de junho, 11 de outubro e 15 de novembro), Zeca Afonso (26 de abril), Irmã Lúcia (28 de abril), José Régio (12 de julho), Eça de Queirós (23 de agosto), Pedro e Inês (01 de setembro), Miguel Torga (20 de setembro), Santo António (27 de outubro), Rainha Santa Isabel (03 de novembro) e António Nobre (13 de dezembro) serão as figuras centrais de várias visitas a decorrer até ao final do ano.

O programa incluiu ainda visitas guiadas aos colégios da Alta da cidade (21 de abril), bem como aos painéis de azulejos no Claustro do Carmo (3 de maio), edifícios e mobiliário de arquitetura moderna (5 de maio), memórias de Santa Cruz – do Jardim da Sereia ao Adro de Santa Cruz (10 de maio), ruas da Alta (12 de maio), sabores de Coimbra – doçaria conventual (17 de maio), espaços da cidade ligados à Santa Inquisição (24 de maio), história da cerâmica de Coimbra (26 de maio), praças, largos e terreiros da Baixa da cidade (2 de junho), zona ribeirinha da cidade (7 de junho), fontes de Coimbra (9 de junho), Jardim da Sereia (14 de junho), Penedo da Saudade (21 de junho), arte em Coimbra – Cemitério da Conchada (23 de junho) e Santa Clara (30 de junho).

Para a segunda metade do ano estão ainda agendadas visitas guiadas para contar a história do brasão da cidade (4 de julho), tradições académicas e canção de Coimbra (5, 6, 7 e 8 julho), Parque Verde (14 de julho), cervejaria artesanal (25 de agosto), exterior dos edifícios da Cidade Universitária (30 agosto), Lapa dos Esteios (22 setembro), aspetos relacionados com o nascimento da nação (13 de outubro), as mulheres de Coimbra, com percurso pelas ruas da Alta (18 de outubro), órgãos de tubos (20 de outubro), percurso pedestre pela antiga Quinta do Mosteiro de Santa Cruz (25 de outubro), brasileiros em Coimbra (10 de novembro), Igreja de Santo António dos Olivais (17 de novembro), evolução das artes tipográficas (22 de novembro) e história e evolução do conceito de “presépio” (20 de dezembro).

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta