Faixa Atual

Título

Artista

Background

Mulheres do cinema no Irão denunciam violência sistemática

Escrito por em 03/04/2022

Centenas de mulheres que trabalham na indústria cinematográfica no Irão, incluindo atrizes famosas, assinaram uma petição a denunciar a violência “sistemática” contra elas, uma iniciativa inédita neste país ultraconservador.

Atrizes, cineastas e profissionais do cinema publicaram uma petição na imprensa “condenando toda a violência e assédio sexual no local de trabalho”. A petição, que foi distribuída pela agência estatal IRNA, foi assinada por alguns dos nomes mais proeminentes da indústria cinematográfica iraniana e denunciou “atos sistemáticos de violência” e “desigualdade de género no cinema iraniano”.

“Para pôr fim a isto, exigimos que os autores de tais atos sejam punidos pela justiça”, reclamam as peticionárias. As mulheres que trabalham na indústria cinematográfica estão expostas a insultos, chantagem em relação aos seus empregos, mas também assédio, violência sexual e até mesmo violação, de acordo com o texto.

“Qualquer pessoa com poder ou fama na indústria iraniana do cinema explora a sua posição para intimidar, ameaçar, insultar, humilhar e agredir as mulheres”, acrescenta. Hoje, o secretário do Alto Conselho Iraniano para os Direitos Humanos, Kazem Gharibabadi, afirmou que “as mulheres devem ser apoiadas e protegidas no campo da arte, especialmente do cinema, porque estão mais expostas a abusos”, segundo a agência noticiosa ISNA.

Os filmes iranianos são regularmente selecionados para os festivais internacionais mais importantes e ganham frequentemente prémios prestigiados.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta