Faixa Atual

Título

Artista

Background

Sara Correia e Lina Rodrigues atuam em abril em Londres

Escrito por em 18/03/2022

As fadistas Sara Correia e Lina Rodrigues atuam em abril em Londres, dois anos depois das datas inicialmente programadas, em concertos que foram adiados devido à pandemia de covid-19.

Lina Rodrigues apresenta-se a 23 de abril na sala de espetáculos Union Chapel com o projeto Lina_ Raül Refree, cujo álbum com o mesmo nome foi distinguido com o Prémio Carlos do Carmo, na sua primeira edição, em 2021, instituído pela Sociedade Portuguesa de Autores.

O mesmo trabalho já tinha sido eleito o melhor de 2020 por produtores de estações de rádio da Europa, através do World Music Charts Europe, e recebeu boas críticas de ‘media’ como BBC, Les Inrocks e Pitchfork, tendo sido distinguido também pela crítica alemã.

O álbum recria canções celebrizadas por Amália Rodrigues, como “Barco Negro”, “Foi Deus”, “Ave Maria Fadista”, “Medo” ou “Gaivota”, com novos arranjos musicais do produtor catalão Raül Refree.
Lina Rodrigues, natural de Trás-os-Montes, atuava no Clube do Fado, em Lisboa, e tinha anteriormente editado os álbuns “Carolina” (2014) e “enCantado” (2017).

Raül Refree é o nome artístico de Raül Fernandez Miró, nascido há 45 anos em Barcelona, com uma carreira na música pop, tendo trabalhado, como produtor, com El Niño de Elche e Lee Ranaldo, entre outros.

A primeira parte estará a cargo de Francisco Sales, guitarrista português que integra a banda Incognito e está prestes a lançar um terceiro álbum. Cinco dias depois, a 28 de abril, Sara Correia atua pela primeira vez no Reino Unido no mesmo palco, aproveitando para promover “Do Coração”, o mais recente álbum de originais, finalista não vencedor do Grammy Latino de melhor álbum de música de raízes em língua portuguesa.

Produzido em 2020 pelo músico Diogo Clemente, conta com temas escritos e compostos, entre outros, por Joana Espadinha, Luísa Sobral, Jorge Cruz, Carolina Deslandes e António Zambujo, que também gravou um dueto com a fadista.

Este trabalho é o segundo, depois de “Sara Correia”, lançado em 2018, álbum que recebeu duas nomeações para os PLAY-Portuguese Music Awards nas categorias de Melhor Álbum de Fado e Melhor Artista Revelação.

Nascida numa família de fadistas, aos 13 anos venceu a Grande Noite do Fado na categoria júnior, em 2007, depois de ter terminado no segundo lugar na edição anterior. A primeira parte do concerto está confiada a Babesa Cubana, uma banda com rimos e sons do Brasil, Cuba e Argentina, liderada pelo cantor de jazz latino Andria Antoniou acompanhado por músicos da Grécia e da América do Sul.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta