Faixa Atual

Título

Artista

Background

Leilão solidário da FAUP inclui trabalhos de Álvaro Siza e Souto Moura

Escrito por em 14/03/2022

Desenhos e serigrafias de Álvaro Siza e Souto Moura vão ser vendidos esta quarta-feira no “Quem dá Mais”, uma angariação de fundos organizada por estudantes da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto com cerca de 100 peças doadas.

São cerca de 100 peças doadas por arquitetos, artistas, estudantes e professores de arquitetura, de diferentes épocas de carreira, que vão ser vendidas esta quarta-feira, a partir das 21:00, no Auditório Fernando Távora, na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP).

O objetivo da terceira edição da angariação de fundos “Quem dá mais” é conseguir recolher o máximo de dinheiro para que cerca de 70 estudantes da FAUP consigam realizar uma visita de estudo ao Norte de Espanha e Sul de França na primeira semana de maio deste ano, explicou, em entrevista telefónica à jornalista Cecília Malheiro, da Lusa, Patrícia Reis, estudante da FAUP e uma das organizadoras do evento.

Entre as cerca de 100 peças artísticas – na maioria desenhos, mas também serigrafias e esculturas – estão originais de Álvaro Siza e de Souto Moura, ambos detentores do Prémio Pritzker, mas também obras de Ana Aragão, Nuno Brandão Costa, Alberto Péssimo, dos irmãos Francisco e Manuel Aires Mateus, Luísa Brandão, Pedro Bittencourt, Silvia Simões, entre muitos outros.

As obras, a ficha técnica e a base de licitação de cada peça podem ser vistas a partir de hoje à tarde na galeria de exposições da FAUP, acrescentou Patrícia Reis, referindo, por exemplo, que a “base de licitação para as serigrafias de Álvaro Siza é de 50 euros”.

As obras doadas são de diferentes épocas de carreira de cada autor e também há peças de estudantes de Arquitetura e Belas Artes, desde desenhos a esculturas, acrescentou a estudante.

O evento da angariação de fundos é de entrada livre e arranca às 21:00 no Auditório Fernando Távora, sendo possível ver as obras e a sua descrição na página da rede social do Instagram “Quemdamais2022”.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta