Dia: 15/09/2021

A Casa das Artes em Vila Nova de Famalicão vai acolher uma exposição que traça o “percurso pelo cinema” de Manoel de Oliveira, reunindo “material exposto pela primeira vez”, de forma a retratar a visão de Comunidade do cineasta.

“Pedro Tudela na Coleção de Serralves” é a nova exposição que esta instituição do Porto inaugura na quinta-feira e, embora não seja uma retrospetiva da obra do artista, revela quase 30 anos do seu trabalho.

O projeto cultural “Cinema de 8 a 80”, que durante a pandemia levou a Sétima Arte ao distrito de Bragança, quer evoluir para festival e suprir a escassez de oferta na região, divulgou o promotor.

O Salão Brazil, situado em Coimbra, vai regressar à programação, depois da paragem no verão, com o acolhimento de dois festivais de jazz e concertos de Cassete Pirata e Tomás Wallenstein.

O Teatro Viriato, de Viseu, está apostado em “convocar a presença do público” com uma programação marcada por coproduções e parcerias com várias instituições.

O filme “Diários de Otsoga”, de Maureen Fazendeiro e Miguel Gomes, foi selecionado para o Festival Internacional de Cinema de Busan, em outubro, na Coreia do Sul, anunciou a organização.

A mostra Europa 61 – Semana do Cinema Europeu regressa ao Porto, de 23 a 29 de setembro, com uma seleção de 13 filmes, de 13 países diferentes, que refletem sobre questões políticas, económicas ou sociais do continente.

O Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) vai assinalar os 60 anos de atividade em Coimbra com um ciclo de atividades que inclui teatro, música, debate, cinema e dança, num programa que pretende chegar a diferentes públicos.

A primeira edição do Prémio Literário Fernando Leite Couto vai ser lançada em Óbidos, durante o Festival Literário Internacional, visando promover jovens escritores dos países de língua oficial portuguesa.

Dezasseis mesas de autores, nove concertos, 10 exposições e quatro oficinas de banda desenhada marcam o regresso do Folio – Festival Literário Internacional a Óbidos, entre os dias 14 e 24 de outubro.

“Silêncio, Vozes de Lisboa” e “África Express Presents: Egoli” são dois dos 24 documentários que vão ser exibidos na Womex – Worldwide Music Expo, feira internacional de música do mundo, que acontece no Porto de 27 a 30 de outubro.

De uma “necessidade imperiosa” de voltar ao país onde nasceu, o Brasil, e de se confrontar com a identidade brasileira, o realizador português Sérgio Tréfaut fez o documentário “Paraíso”, que se estreia na quinta-feira nos cinemas.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]