Faixa Atual

Título

Artista


Teatro das Figuras leva dança contemporânea a Faro

Escrito por em 07/09/2021

A dança contemporânea vai estar em destaque em setembro no Teatro das Figuras, em Faro, com um conjunto de espetáculos que se inicia no domingo com “Teia”, da autoria de Inês Mestrinho, anunciou a organização.

O espetáculo, que marca o regresso das iniciativas culturais ao interior do teatro algarvio, depois de um verão com espetáculos ao ar livre na parte exterior da sala, foi “criado num momento em que as relações humanas acontecem à distância” e tem por base a “conexão e interdependência que existe entre todos os seres vivos”, adiantou o Teatro das Figuras num comunicado.

“Depois de um mês de agosto marcado pelos espetáculos ao ar livre, no âmbito do ciclo Figuras à Rampa que terminou no passado fim de semana com um concerto esgotado dos Capitão Fausto e Catalina, o Teatro das Figuras, em Faro, regressa à sua matriz, colocando a dança contemporânea como protagonista central nesta rentrée”, pode ler-se no comunicado do teatro.

A programação de setembro prossegue no dia 09, com a inauguração da exposição de Ângelo Gonçalves, realizada no âmbito do Ciclo Emergente, mas será na segunda semana do mês que a dança volta a estar em destaque, a partir de dia 11, com o regresso do Festival Dance, Dance, Dance, depois do “sucesso da edição de 2020, dedicado à dança contemporânea”.

O primeiro espetáculo deste festival será no dia 11, chama-se “20.20” e “assinala os 20 anos de parceria artística da dupla André Braga e Cláudia Figueiredo/Circolando”, segundo o teatro.

“Entre os dias 13 e 18 realiza-se a Oficina Butoh, com Yael Karavan e produção do Teatro das Figuras, que culminará na apresentação de uma performance. Butoh é uma dança de vanguarda criada no Japão, no final dos anos 50, por Tatsumi Hijikata e Kazuo Ohno, numa abordagem que nasce de dentro de nós e nos conecta à nossa essência, natureza, universo, contradições e aos ciclos da vida e da morte”, explicou a sala farense.

“Podium”, de Hugo Marmelada, com interpretação de Carolina Cantinho, sobe ao palco no dia 16, dois dias depois será a vez de Yuko Kominami e Joana Von Mayer Trindade apresentarem ao público algarvio “uma abordagem ao aspeto ritualizado da dança, no espetáculo ‘In Ritual” e, no dia 22, Maria Fonseca apresenta o trabalho ‘Sahasrara’, onde é feita uma “reflexão sobre o que tem sido viver em tempos de pandemia”.

“Nos dias 25 e 26 de setembro, a dança continua em destaque, desta vez com o espetáculo Romeu e Julieta interpretado pelo Quorum Ballet, em coprodução com o Teatro das Figuras. A direção artística tem a assinatura do coreógrafo Daniel Cardoso, que continua a recriar os grandes clássicos, dando seguimento ao trabalho desenvolvido em ‘Lago dos Cisnes’ e ‘Sagração da Primavera’ relacionando-os com a vida e a sociedade de hoje”, anunciou ainda o Teatro das Figuras.

Os espectadores podem ainda assistir, no último dia do mês, à peça de teatro “Brasa”, de Tiago Cadete, apresentada no contexto do BoCA – Bienal de Artes Contemporâneas 2021, destacou ainda o teatro.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta