Luís Coelho apresenta novo álbum “Contos de Cordas”

Escrito por em 13/07/2021

O músico Luís Coelho apresenta quinta-feira, no Museu do Fado, em Lisboa, o seu primeiro álbum em nome próprio, intitulado “Contos de Cordas”.

Em declarações ao jornalista Nuno Lopes, da Lusa, o guitarrista afirmou que o disco “é uma viagem da alegria à saudade”, “procurando ser um ponto de equilíbrio entre a música tradicional e a erudita”.

O álbum é constituído por 12 temas, todos de autoria de Luís Coelho, abrindo com “Gáudio”, sendo o último “Saudade”. Entre temas de sonoridades alegres e tristes, Coelho citou “Inconstância”, como “a súmula do álbum”, que inclui entre as faixas “mais tristes”, “Niilismo” e “Frustração”.

Luís Coelho começou a aprender a tocar guitarra clássica “por volta dos 12, 13 anos”, quando o pai, músico amador, lhe ofereceu uma. Do pai veio também o gosto pela guitarra portuguesa e pelo fado, em que o Luís Coelho é músico acompanhador.

Neste álbum há um fado, que conta com a participação de Carlos Leitão (viola), o “Fado do Lirismo”. O músico defende que “no fado há um diálogo, em que participam o guitarrista, fadista e o viola” e neste seu disco “é mais um monólogo”, isto é, a guitarra é a principal “voz” e a protagonista incontestável.

As composições do registo assentam no trio composto pela guitarra portuguesa (Luís Coelho), a harpa (Salomé Pais Matos) e o contrabaixo (Carlos Menezes), contando com colaborações especiais da contrabaixista Sofia Neide no tema “Niilismo”, Luís Peixoto (sanfona) em “A Vida no Campo” e de Pedro Janela, no arranjo de cordas e sintetizadores, em “Crepúsculo”.

O músico reconhece que apesar de haver já diferentes experiências musicais, a guitarra portuguesa, “que tem um forte potencial”, continua muito ligada ao fado – “é um casamento perfeito” -, e até nos “raros” recitais de guitarra portuguesa contemplados pelas programações das salas nacionais, “é esperado que se cante um fado”.

Na quinta-feira, pelas 19:00 no Museu do Fado, em Lisboa, o músico vai apresentar os 12 temas que constituem o disco “Contos de Cordas”, editado com o selo desta instituição. Luís Coelho realçou à Lusa a sua relação dialética com a guitarra portuguesa e, referindo-se ao título do álbum, disse: “As cordas da guitarra portuguesa têm este encanto do ‘era uma vez’ que nos apaixona”.

Luís Coelho, depois da aprendizagem com o pai, frequentou o Conservatório Nacional, em Lisboa, que concluiu em 2009 e, posteriormente, terminou a licenciatura em Guitarra Portuguesa, na Escola Superior de Artes Aplicadas, em Castelo Branco.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]