“Maria, a mãe”, de Elmano Sancho, em digressão nacional

Escrito por em 07/06/2021

A peça “Maria, a mãe”, de Elmano Sancho, que fala sobre as vicissitudes da família enquanto pilar da sociedade e das relações sociais, vai estar em digressão nacional a partir de dia 16, disse hoje o criador da peça.

Sete representações estão previstas nesta digressão da peça, estreada em novembro de 2020 no Teatro da Trindade, em Lisboa. Castelo Branco (dia 16), Ponte de Lima (dia 18), Faro (dia 24) e Vila Nova de Famalicão (dia 26) são as localidades onde a peça será apresentada este mês.

Em julho, a peça terá mais três representações: uma representação nas Caldas da Rainha (dia 3) e duas representações no Funchal (dias 21 e 22 de julho). A sociedade veloz, que multiplica a informação, falsa ou errada, e reduz as pessoas a um número, sustenta a ação da peça “Maria, a Mãe”. O ator transpõe para o palco pensamentos e sentimentos característicos do trabalho que tem vindo a desenvolver desde 2014, quando se estreou na encenação e foi de imediato premiado (“Misterman”, de Enda Walsh), e no qual reflete preocupações que lhe são “inerentes e muito ligadas à conhecida como crise existencialista”.

A interpretar “Maria, a Mãe”, com espaço cénico de Samantha Silva e figurinos de Ana Paula Rocha, vão estar Custódia Galego, João Gaspar e Lucília Raimundo.

Marcado como

Opnião dos Leitores

Leave a Reply


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]