Mês: Maio 2021

O Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa, vai, a partir de terça-feira, voltar a encerrar várias salas da exposição permanente por falta de vigilantes, numa situação que se poderá arrastar até setembro.

O Festival Músicas do Mundo (FMM) de Sines, em julho naquela cidade, foi adiado para 2022, porque “a situação epidemiológica ainda não está suficientemente estabilizada”.

A 26.ª edição do festival SBSR, que estava prevista para o Meco, em Sesimbra, nos dias 15, 16 e 17 de julho deste ano, foi adiada para julho de 2022, anunciou a promotora Música no Coração.

Uma nova plataforma portuguesa de streaming criada pela Companhia João Garcia Miguel, que disponibiliza espetáculos teatrais, bem como séries e filmes sobre o universo teatral, arranca na terça-feira online com uma série original intitulada “A vida é teatro, mamã”.

A poetisa portuguesa Ana Luísa Amaral foi hoje galardoada com o XXX Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana, que reconhece uma obra poética que contribui de forma significativa para o património cultural deste conjunto de países.

Os noruegueses Kings of Convenience marcaram um terceiro concerto para o próximo ano em Portugal, que acontecerá a 19 de maio de 2022 no coliseu de Lisboa, anunciou a promotora.

O Festival A Porta está de regresso a Leiria entre 2 e 18 de julho e a organização anunciou os primeiros nomes do programa, entre os quais se encontram a harpista Angélica Salvi e os Sensible Soccers.

A Feira do Livro de Leipzig começa a preparar a edição do próximo ano, que se prevê um pouco mais pequena, mas com a imagem habitual, satisfazendo uma “necessidade” de conhecer a “tão rica” literatura lusófona.

A nona edição do Azores Fringe Festival arranca terça-feira com eventos ao vivo e online, com “mais de 200 participantes das nove ilhas dos Açores”, num programa que inclui “cultura artística de, e para, todas as gerações”.

Os vencedores do 8.º Leiria Film Fest – Festival Internacional de Curtas-metragens de Leiria foram hoje anunciados, no encerramento de uma “edição surpreendente”, avança a organização.

A ideia surgiu de “uma brincadeira entre amigos”, sobre a constante falta de tempo para aprofundar a reflexão. Dessa conclusão, nasceu a possibilidade de celebrar a procrastinação numa maratona de improvisos com sete coreógrafos, num jardim de Lisboa.

A peça “MacBad”, que tem apresentações a partir de terça-feira no teatro Lu.Ca, em Lisboa, conta às crianças, recorrendo a videojogos e linguagem acessível, a tragédia de William Shakespeare “Macbeth”, mostrando-lhes que ser ‘bully’ não é fixe.


[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]