Faixa Atual

Título

Artista

Background

“Para Além da Memória” superou as expetativas de Ângelo Torres

Escrito por em 14/02/2020

Após a estreia de “Para Além da Memória” conversámos com Ângelo Torres sobre o seu desempenho na primeira longa-metragem de ficção de Miguel Babo, do carinho e empatia que toda a equipa sentiu na zona centro do país durante a rodagem (entre Alvaiázere e Miranda do Corvo), bem como os projetos futuros do ator de teatro, televisão e cinema.

Ângelo Torres prepara-se para “ser” Amílcar Cabral, fundador do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), num monólogo com estreia prevista para junho próximo, que terá uma digressão por Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé, uma encenação de Guilherme Mendonça.

Centrado numa doente de Alzheimer, “Para Além da Memória” narra uma história dramática sobre as dificuldades das relações humanas nas suas várias dimensões. Após a morte do seu irmão ocorrida em circunstâncias suspeitas, Alexandre, escritor, divorciado e pai de 3 filhas, vê-se encurralado com as dívidas deixadas pelo mesmo.

Perante a necessidade de proteger a casa dos pais, onde residem os resquícios de memória da mãe que sofre de Alzheimer, decide pedir ajuda a um amigo, ministro, para lidar com as comprometedoras dívidas do irmão para com um indivíduo relacionado ao mais alto nível com os governos português e angolano. Numa confusa sucessão de ligações conhece Laura, uma stripper, que acaba por ser moeda de troca nesta relação de dívidas, comprometimentos sentimentais e familiares.