Faixa Atual

Título

Artista

Background

Festival de Istambul estreia “Perfil Perdido” de Marco Martins

Escrito por em 05/11/2019

“Perfil Perdido”, o novo espetáculo de Marco Martins, tem estreia absoluta no próximo dia 28, na sala DasDas, na Turquia, no âmbito da 23.ª edição do Festival de Teatro de Istambul.

No final de 2020, “Perfil Perdido”, que é protagonizado por Beatriz Batarda e Romeu Rua, será apresentado em Lisboa, no Teatro Municipal S. Luiz.

Neste trabalho, o cineasta de “Alice” e “S. Jorge” – que desenvolveu para palco o projeto “Provisional Figures – Great Yarmouth”, e também encenou “As Criadas”, de Jean Genet – parte da relação pai-filho para abordar questões como género, filiação, domesticidade, animalidade e humanidade.

A condição de ascendência e descendência, “entre muitos outros sentidos possíveis que o espetáculo gera a cada apresentação”, é a essência deste trabalho do criador nascido em Lisboa, em 1972, formado pela Escola Superior de Teatro e Cinema, do Instituto Politécnico de Lisboa, em 1994.

À semelhança do projeto anterior, “Provisional Figures”, trabalhado e estreado com a comunidade migrante, na cidade pesqueira de Great Yarmouth, em Norfolk, Reino Unido, em 2018, “Perfil Perdido” é criado em palco, em estreita colaboração com os artistas. Não é um espetáculo fechado.

“Em constante mutação”, a peça inspira-se em textos de autores como Sophie Calle, Siri Hustvedt, Franz Kafka, Édouard Louis, Peter Kubelka, George Oppen, Richard Tuttle, Sylvia Plath, Philip Roth, Sófocles e William Shakespeare.

“Perfil Perdido” cruza assim várias linguagens e referências – literatura, performance, dança, música ou ilusionismo -, para criar um terreno imprevisível de reações, perspetivas e emoções, tanto no palco, como na plateia.

Os trabalhos de estúdio para “Perfil Perdido” iniciaram-se há cerca de um ano. Durante este período, a equipa realizou residências artísticas, em locais como o Centro de Artes Performativas do Algarve (dVIR/CAPa), em Faro, no Cine-Teatro Louletano, em Loulé, no espaço CentQuatre, em Paris, e em O Espaço do Tempo, em Montemor-o-Novo.

“Perfil Perdido” é uma criação da plataforma artística Arena Ensemble, fundada por Marco Martins e Beatriz Batarda, em 2007, um espaço de partilha em que os dois criadores conjugam os seus trajetos individuais ao mesmo tempo que procuram novas formas e linguagens teatrais e performativas.

“Provisional Figures – Great Yarmouth” (2018), “Atores” (2018), “Todo o Mundo é um Palco” (2017), “Quando o Inverno Chegar” (2007) ou “De Homem para Homem“ (2008) contam-se entre os projetos do Arena Ensemble.

Trabalhos com a comunidade cigana de Sanguedo, de Santa Maria da Feira, em Baralha, em 2010, e com os trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, em 2012, ambos em colaboração com o Centro de Teatro e Artes de Rua (CCTAR), constam também do currículo da plataforma artística.

“Perfil Perdido” tem música original de Tiago Cerqueira, cenografia de Fernando Ribeiro e desenho de luz de Ricardo Campos.

O desenho de som é de Sérgio Milhano, a assistência ao desenho de som de Tomé Silva e conta com Rita Quelhas como assistente de encenação.

O espetáculo é uma produção do S. Luiz Teatro Municipal, de Lisboa, do Teatro Nacional S. João, do Porto, do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, e do Cine-Teatro Louletano, em Loulé.

Fotografia por Marco Martins.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta